FRANCISCO ORESTE LIBARDONI

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: LIBARDONI, Francisco
Nome Completo: FRANCISCO ORESTE LIBARDONI

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
LIBARDONI, FRANCISCO

LIBARDONI, Francisco

*dep. fed. SC 1971-1983.

Francisco Oreste Libardoni nasceu em Caxias do Sul (RS) no dia 21 de janeiro de 1931, filho de Paulo Libardoni e de Benedita Lazzarotto Libardoni.

Estabelecendo-se em Santa Catarina, tornou-se comerciante, industrial e pecuarista e iniciou sua carreira política como vereador à Câmara Municipal de São Lourenço do Oeste (SC) entre os anos de 1962 e 1966, na legenda do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Com a extinção do pluripartidarismo e a instalação do regime bipartidário, determinadas pelo Ato Institucional nº 2 (27/10/1965), filiou-se ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), partido de oposição ao regime militar instalado no país em abril de 1964.

Em novembro de 1970, foi o candidato que obteve o maior número de votos para a Câmara dos Deputados na legenda do MDB em Santa Catarina. Assumindo o mandato no início da legislatura, em fevereiro de 1971, foi primeiro-vice-presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural e suplente das comissões de Serviço Público e de Transportes, Comunicações e Obras Públicas.

Reeleito em novembro de 1974, voltou a integrar, como presidente, a Comissão de Agricultura e Política Rural e, como suplente, a Comissão de Transportes da Câmara. Em novembro de 1978 reelegeu-se mais uma vez, ainda na legenda do MDB. Com a extinção do bipartidarismo em 29 de novembro de 1979 e a consequente reformulação partidária, filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), legenda que deu continuidade à linha política do MDB. Durante a legislatura foi novamente membro da Comissão de Agricultura e Política Rural e suplente da Comissão de Transportes. Deixou a Câmara em 31 de janeiro de 1983, após tentar, sem sucesso, a reeleição. Em novembro de 1986 voltou a candidatar-se a deputado federal pelo PMDB mas, novamente, não conseguiu se eleger.

Durante o ano de 1989, foi secretário do Oeste de Santa Catarina, no governo do peemedebista Pedro Ivo Campos (1987-1990). Após deixar o cargo, abandonou a vida pública, passando a dedicar-se às atividades na área da pecuária e do comércio. Em 2008, assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Regional de São Lourenço do Oeste.

 Casado com Irma Cecília Echer Libardoni, teve seis filhos.

 

FONTES: Ata n. 027/2008; CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1971-1975, 1975-1979 e 1979-1983); INF. BIOG.; NÉRI, S. 16; Perfil (1972 e 1980); PIAZZA, W.F. Dicionário político catarinense; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (9). 

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados