JAIME BITTENCOURT DE ARAUJO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: ARAÚJO, Jaime
Nome Completo: JAIME BITTENCOURT DE ARAUJO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
ARAÚJO, JAIME

ARAÚJO, Jaime

*dep. fed. AM 1951-1955 e 1959-1963.

 

Jaime Bittencourt de Araújo nasceu em Manaus no dia 7 de setembro de 1920, filho de Aluísio Araújo e de Julieta Bittencourt Araújo.

Estudou no Colégio Santo Inácio, no Rio de Janeiro (então Distrito Federal), no Colégio São Luís, em São Paulo, e no Colégio Clenardo, em Lisboa, ingressando depois na Escola Nacional de Engenharia da Universidade do Brasil, no Rio, pela qual se formou em 1944.

Prefeito de Manaus em 1945, no mesmo ano se elegeu suplente de deputado pelo Amazonas à Assembléia Nacional Constituinte, na legenda da União Democrática Nacional (UDN), mas não chegou a assumir uma cadeira na Constituinte ou na legislatura ordinária que se seguiu.

No pleito de outubro de 1950, elegeu-se deputado federal pelo Amazonas na legenda da Coligação Trabalhista Udeno-Popular, composta pela UDN e o Partido de Representação Popular (PRP). Foi o candidato mais votado da legenda, e assumiu o mandato em fevereiro de 1951. Em 1952, segundo Nertan Macedo, pronunciou-se apenas uma vez na Câmara, falando sobre a borracha.

Candidato à reeleição em outubro de 1954, na legenda pela Democracia Cristã — coligação composta pela UDN, o Partido Social Democrático (PSD), o Partido Democrata Cristão (PDC) e o Partido Trabalhista Nacional (PTN) —, obteve apenas uma suplência, deixando a Câmara em janeiro de 1955 e a ela não retornando na legislatura de 1955-1959.

Novamente candidato em outubro de 1958, dessa vez elegeu-se na legenda da Frente Democrática Popular, composta pela UDN, o PSD, o PDC, o PRP e o Partido Social Progressista (PSP). Assumindo o novo mandato em fevereiro de 1959, tornou-se vice-líder da UDN na Câmara em junho de 1961. Candidato à reeleição em 1962, dessa vez na legenda do Partido Libertador, obteve apenas a terceira suplência. Deixou a Câmara em janeiro de 1963, ao término da legislatura.

Jaime Araújo foi ainda membro do Conselho Técnico de Economia e Finanças do Amazonas e membro dos conselhos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e do Serviço Social do Comércio (Sesc) no Amazonas.

Publicou Borracha: novos rumos de sua política econômica (parecer sobre o Projeto nº 1.376/51, 2v. 1952).

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Relação dos dep.; CÂM. DEP. Relação nominal dos senhores; CISNEIROS, A. Parlamentares; MACEDO, N. Aspectos; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (1, 2, 3 e 4).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados