JOAO BATISTA RIBEIRO JUNIOR

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: RIBEIRO, João (PR)
Nome Completo: JOAO BATISTA RIBEIRO JUNIOR

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
RIBEIRO, JOÃO (PR)

RIBEIRO, João

*dep. fed. PR 1963-1967.

 

João Batista Ribeiro Júnior nasceu em Marrecas, município de Campina Grande do Sul (PR), em 10 de fevereiro de 1914, filho de João Batista Ribeiro e de Maria Ribeiro.

Concluiu o curso secundário no internato do Ginásio Paranaense, matriculando-se em seguida na Faculdade de Medicina do Paraná, pela qual se formou em 1939. Durante sua passagem pela faculdade, foi secretário do Centro Acadêmico Nilo Cairo e fundador da revista Paniática.

Em 1940 abriu clínica em Pirianito, então distrito de Açaí, no norte do Paraná, onde criou um posto de higiene e uma agência de correios e telégrafos. Quando Pirianito se transformou no município de Uraí (1947), elegeu-se prefeito da cidade.

Presidente da Associação Paranaense de Cafeicultores, tornou-se deputado à Assembléia Legislativa estadual em outubro de 1950, na legenda do Partido Social Democrático (PSD), com grande votação em Uraí. Iniciando o mandato em 1951, foi reeleito em 1954 e 1958, sempre na legenda do PSD.

Em 1958, afastou-se do mandato legislativo para ocupar a Secretaria de Agricultura do Paraná; no ano seguinte, tornou-se titular da pasta da Fazenda. Ambas as funções foram exercidas durante o governo de Moisés Lupion (1956-1961). Em 1961, tornou-se membro da junta administrativa — depois, junta consultiva — do Instituto Brasileiro do Café (IBC).

No pleito de outubro de 1962, João Ribeiro elegeu-se deputado federal pelo Paraná, ainda na legenda do PSD, deixando a Assembléia paranaense em janeiro de 1963 e iniciando o mandato na Câmara Federal no mês seguinte. Em janeiro de 1965, tornou-se vice-líder de seu partido na Câmara. Em conseqüência da extinção dos partidos políticos pelo Ato Institucional nº 2 (27/10/1965) e da posterior instauração do bipartidarismo, filiou-se em 1966 à Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido de sustentação ao regime militar instalado no país em abril de 1964, em cuja bancada permaneceu até o final do mandato (31/1/1967).

Diretor e presidente do IBC, de 1970 a 1972, em seguida retomou a condição de membro da junta consultiva, aí permanecendo até a sua morte.

Faleceu em Curitiba no dia 5 de julho de 1977.

Era casado com Militina de Aguiar Ribeiro, com quem teve três filhos.

 

FONTES: CÂM. DEP. Anais; CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Relação nominal dos senhores; FLEISCHER, D. Thirty; NICOLAS, M. Cem; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (3, 4 e 6).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados