João Raimundo Colombo

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: COLOMBO, Raimundo
Nome Completo: João Raimundo Colombo

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

COLOMBO, Raimundo

*dep. fed. SC 1997 e 1999-2001; sen. SC 2007-2010; gov. SC 2011


 

João Raimundo Colombo nasceu em Lages (SC) no dia 28 de fevereiro de 1955, filho de Casemiro Vitório Colombo e de Teresa Fontana Colombo.

Em 1977 iniciou o curso de pedagogia na Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac), em Lages, mas abandonou-o nesse mesmo ano.

Em 1982 filiou-se ao Partido Democrático Social (PDS) e de 1983 a 1985 presidiu a União Democrática Catarinense, órgão do PDS. No mesmo período foi secretário de Desenvolvimento Social do Estado de Santa Catarina nomeado pelo governador Esperidião Amin (1983-1987). Em 1985 deixou a secretaria e o PDS, e ingressou no Partido da Frente Liberal (PFL), liderado no estado pelo ex-governador Jorge Bornhausen. Ainda em 1985, foi nomeado diretor-administrativo da Telecomunicações de Santa Catarina (Telesc), empresa pública federal, na qual permaneceria até o ano seguinte.

Em novembro de 1986, elegeu-se deputado estadual por Santa Catarina, sendo empossado em fevereiro do ano seguinte. Eleito prefeito de Lages no pleito de novembro de 1988, assumiu o cargo em 1º de janeiro, deixando, por conseguinte, a Assembleia Legislativa. Paralelamente à sua gestão na prefeitura, ocupou o cargo de tesoureiro do PFL catarinense entre 1988 e 1990. Concluído o mandato de prefeito em janeiro de 1993, no ano seguinte assumiu a presidência das Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), empresa federal de energia elétrica, na qual permaneceu até 1994. Também em 1993 tornou-se presidente do PFL catarinense, com mandato até 1995.

Em outubro de 1994, disputou uma cadeira na Câmara dos Deputados, obtendo uma suplência. Presidente da Companhia de Água e Saneamento de Santa Catarina de 1995 a 1996, no governo de Paulo Afonso Vieira (1995-1999), licenciou-se do cargo para concorrer pela segunda vez à prefeitura de Lages, porém foi derrotado pelo candidato do Partido Democrático Trabalhista (PDT), Décio Ribeiro.

Exerceu o mandato de deputado federal de fevereiro a junho de 1997, em função do afastamento do deputado Paulo Bauer, que se licenciou para percorrer o estado de Santa Catarina com vistas à campanha eleitoral de 1998. Nas eleições de outubro desse ano candidatou-se mais uma vez a deputado federal e novamente obteve uma suplência. Em fevereiro de 1999, assumiu o mandato com o afastamento do titular Paulo Gouveia. Participou como titular da comissão de Economia, Indústria e Comércio e da comissão especial de Regime de Previdência Complementar. Em 2000 votou a favor da promulgação da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e em outubro elegeu-se prefeito de Lages. Deixou a Câmara dos Deputados em janeiro de 2001.

Em 2003, foi eleito presidente do PFL catarinense, função que exerceu até 2007. Foi reeleito prefeito de Lages em 2004, tendo sido empossado em janeiro seguinte. Em 2006 renunciou à prefeitura de Lages e candidatou-se ao Senado por Santa Catarina na legenda do PFL. Eleito com 58,58% dos votos válidos tomou posse em fevereiro de 2007. Ainda em 2007, participou da refundação do PFL, que passou a se chamar Democratas (DEM).

Em 2009, assumiu a liderança da oposição no Senado e conduziu discussões contra a criação da Contribuição Social para a Saúde (CSS).

No ano seguinte, foi eleito governador de Santa Catarina, em primeiro turno, com 1.815.304 votos. Empossado no governo daquele estado em Janeiro de 2011, foi substituído no Senado pelo seu suplente, Casildo Maldaner. Desfiliou-se do DEM em Maio, quando migrou para o recém-fundado Partido Social Democrático (PSD).

Casou-se com Maria Angélica Ribeiro Colombo, com quem teve dois filhos.

 

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1995-1999); INF. BIOG.; Jornal Diário Catarinense (7/10/1998); Senado Federal. Repertório (2007-2011); Portal G1 Noticia. Disponível em: <www.globo.com>. Acesso em 26/10/2009; Portal do Partido Social Democrático. Disponível em: <www.psd.org.br/?>. Acesso em 09/11/2013; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: <www.tse.jus.br/?>. Acesso em 08/11/2013. 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados