JOAO URSULO RIBEIRO COUTINHO FILHO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: COUTINHO, João Úrsulo Ribeiro
Nome Completo: JOAO URSULO RIBEIRO COUTINHO FILHO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
COUTINHO, JOÃO ÚRSULO RIBEIRO

COUTINHO, João Úrsulo Ribeiro

*const. 1946; dep. fed. PB 1946-1951 e 1955-1963.

 

João Úrsulo Ribeiro Coutinho Filho nasceu em Santa Rita (PB) no dia 3 de setembro de 1915, filho do usineiro João Úrsulo Ribeiro Coutinho e de Helena Pessoa Ribeiro Coutinho. Dois de seus irmãos dedicaram-se também à política: um deles, Renato Ribeiro Coutinho, foi deputado federal pela Paraíba de 1967 a 1971, e o outro, Odilon Ribeiro Coutinho, foi deputado federal pelo Rio Grande do Norte de 1963 a 1967. Dois outros membros de sua família também se destacaram na política paraibana: Flávio Ribeiro Coutinho, que foi deputado federal pela Paraíba em 1930 e governador desse estado em 1947 e de 1956 a 1958, e Flaviano Ribeiro Coutinho Filho, que foi deputado federal pelo seu estado de 1963 a 1971.

Advogado, fazendeiro, industrial e banqueiro, bacharelou-se em 1937 pela Faculdade de Direito de Recife e, de volta a seu estado natal, iniciou sua carreira política em 1938, já durante o Estado Novo (1937-1945), ao ser nomeado prefeito de Sapé pelo então interventor Argemiro de Figueiredo (1937-1940). Com a redemocratização do país em 1945, filiou-se à União Democrática Nacional (UDN), tendo participado, em abril desse ano, da primeira reunião do diretório nacional do partido, quando foram aprovadas as comissões que se encarregariam da elaboração do projeto do estatuto. Nessa ocasião foi designado membro da comissão de direito eleitoral e organização partidária.

Em dezembro do mesmo ano, foi eleito deputado à Assembléia Nacional Constituinte pela Paraíba na legenda da UDN. Participou dos trabalhos constituintes iniciados em fevereiro de 1946, e, com a promulgação da nova Carta (18/9/1946), passou a exercer mandato legislativo ordinário. Nas eleições de outubro de 1950 tentou reeleger-se na legenda da Aliança Republicana, constituída pela UDN e o Partido Republicano (PR), mas conseguiu apenas uma suplência. Deixando a Câmara em janeiro de 1951, na legislatura seguinte (1951-1955) chegou a exercer o mandato de 14 de outubro de 1954 a 31 de janeiro de 1955. No pleito de outubro de 1954 voltou a se eleger deputado federal pela Paraíba sempre na legenda da UDN, assumindo uma cadeira na Câmara em fevereiro do ano seguinte. Em outubro de 1958 obteve nova reeleição na legenda da Coligação Nacionalista Libertadora, formada pela UDN e o Partido Libertador (PL), e exerceu o mandato até janeiro de 1963.

Deixando a política partidária, ocupou a presidência do Banco Aliança no Rio de Janeiro até outubro de 1970, quando a instituição foi absorvida pelo então Banco Itaú-América, atual Banco Itaú, e chegou a presidir o Sindicato dos Bancos no mesmo estado.

Faleceu na cidade do Rio de Janeiro no dia 6 de outubro de 1970.

Era casado com Germana Veloso Borges Ribeiro Coutinho, com quem teve quatro filhos. Seu sogro Virgínio Veloso Borges foi senador pela Paraíba de 1952 a 1955.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros (1946-1967); CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertórios (1947-1951, 1951-1955, 1955-1959, 1959-1963); CÂM. DEP. Relação dos dep.; Grande encic. Delta; NABUCO, C. Vida; PINTO, L. Fundamentos; SILVA, G. Constituinte; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (1, 2, 3 e 4).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados