JOSE DE JESUS LINS DE ALBUQUERQUE

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: ALBUQUERQUE, José Lins de (AM)
Nome Completo: JOSE DE JESUS LINS DE ALBUQUERQUE

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
ALBUQUERQUE, José Lins de (AM)

ALBUQUERQUE, José Lins de

* dep. fed. AM 1983-1984.

 

José de Jesus Lins de Albuquerque nasceu em Fonte Boa (AM) no dia 15 de março de 1948, filho de Belarmino Gomes de Albuquerque e de Naide Lins de Albuquerque. Seu irmão Átila Lins de Albuquerque foi deputado federal pelo Amazonas eleito em 1990 e reeleito em 1994 e 1998.

Médico, formou-se pela Faculdade de Medicina do Estado do Amazonas, com pós-graduação em administração hospitalar.               

Iniciou sua carreira política filiando-se ao Partido Democrático Social (PDS), em cuja legenda foi eleito deputado federal pelo Amazonas nas eleições de 15 de novembro de 1982. Assumindo sua cadeira na Câmara dos Deputados em fevereiro do ano seguinte, tornou-se membro titular da Comissão de Trabalho e Legislação Social e suplente da Comissão de Saúde.

No início dessa legislatura, o deputado Dante de Oliveira (PMDB-MT) apresentou projeto de emenda constitucional que restabelecia as eleições diretas para presidente da República no ano seguinte. Encampado pelas oposições, o projeto desencadeou uma campanha nacional que ficou conhecida como Diretas Já. Na sessão da Câmara dos Deputados de 25 de abril de 1984, o deputado José Lins de Albuquerque votou contra a emenda Dante de Oliveira, que acabou não sendo aprovada por falta de 22 votos, fato que impediu seu envio para apreciação do Senado.

Com esse resultado, ficou estabelecido que seria eleito pelo pleito indireto o presidente da República que substituiria João Figueiredo (1979-1985). A falta de consenso para escolher seus candidatos, entre os vários postulantes à condição de candidato oficial, causou uma cisão no partido do governo e os dissidentes formaram a Frente Liberal. Para resolver o impasse, o PDS realizou sua convenção em agosto seguinte, na qual o deputado Paulo Maluf derrotou o então ministro do Interior Mário Andreazza. Na mesma oportunidade, o deputado cearense Flávio Marcílio venceu o então governador de Alagoas Divaldo Suruagi e se tornou o candidato a vice de Maluf.

Para concorrer com os candidatos da situação, os partidos de oposição, com exceção do Partido dos Trabalhadores (PT), liderados pelo PMDB, e a Frente Liberal, reunidos na Aliança Democrática, lançaram o governador de Minas Gerais Tancredo Neves e o ex-presidente do PDS e senador pelo Maranhão José Sarney como seus respectivos candidatos a presidente e a vice-presidente da República. Porém, em novembro de 1984, José Lins renunciou ao mandato de deputado federal por ter sido nomeado conselheiro do Tribunal de Contas de Manaus, fato que impediu sua participação no Colégio Eleitoral de 15 de janeiro de 1985 que elegeria Tancredo Neves para a presidência da República. Sua cadeira na Câmara dos Deputados foi ocupada pelo suplente Ubaldino Meireles.

José Lins de Albuquerque foi diretor de fiscalização orçamentária do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas, diretor do Hospital Getúlio Vargas em Manaus e coordenador da assistência hospitalar de seu estado. Foi ainda presidente do Instituto de Previdência do Amazonas, subsecretário e secretário de saúde do estado.

Faleceu em Manaus no dia 17 de fevereiro de 1996.

Era casado com Maria de Nazaré Rocha de Albuquerque, com quem teve três filhos.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1983-1987); Globo (26/4/84).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados