JOSE RIBAMAR MARAO FILHO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MARÃO FILHO
Nome Completo: JOSE RIBAMAR MARAO FILHO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MARÃO FILHO

MARÃO FILHO

*dep. fed. MA 1967-1971 e 1975-1982.

José Ribamar Marão Filho nasceu em São Luís no dia 10 de março de 1940, filho de José Ribamar Marão e de Lindalva de Castro Marão.

Comerciante e industrial, no pleito de novembro de 1966 elegeu-se deputado federal pelo Maranhão na legenda da Aliança Renovadora Nacional (Arena), agremiação de apoio ao regime militar vigente no país desde abril de 1964, assumindo seu mandato em fevereiro do ano seguinte. Candidato à reeleição, nessa mesma legenda, no pleito de novembro de 1970 obteve apenas uma suplência, encerrando seu mandato em janeiro de 1971. Voltou a concorrer a uma cadeira na Câmara em novembro de 1974, sempre na legenda da Arena, tendo sido eleito. Assumiu sua cadeira no Legislativo federal em fevereiro de 1975. Nessa legislatura integrou a Comissão de Economia, Indústria e Comércio como membro efetivo, e a Comissão de Finanças da Câmara dos Deputados como suplente.

No pleito de novembro de 1978 concorreu à reeleição, ainda pela Arena, mas conseguiu apenas uma suplência. Entretanto, com a saída do deputado Temístocles Teixeira para ocupar a Secretaria de Justiça do Maranhão em março de 1979, assumiu uma cadeira na Câmara dos Deputados. Com a extinção do bipartidarismo em novembro desse ano e a conseqüente reformulação partidária, filiou-se à nova agremiação governista, o Partido Democrático Social (PDS), que sucedeu à Arena.

Em 1980 o deputado Temístocles Teixeira deixou a Secretaria de Justiça e retornou à Câmara, sendo substituído naquela secretaria pelo deputado federal Magno Bacelar. Este fato possibilitou a permanência de Marão Filho na Câmara até fevereiro de 1982, quando o titular reassumiu seu mandato.

Em 1981, formou-se em direito pela Universidade de Brasília.

Em abril de 1982, passou a compor o quadro do Tribunal de Contas do Município no estado do Maranhão, tendo sido primeiramente nomeado conselheiro e, em fevereiro de 1987, vice-presidente, permanecendo neste cargo até novembro de 1989, quando foi eleito presidente. Reeleito em 1991, exerceu a presidência até 1993, quando voltou a ser conselheiro. Aposentou-se em janeiro de 1995.

A partir de então, dedicou-se ao exercício da advocacia em São Luís.

Casou-se com Marisa Morais Correia Marão, com quem teve quatro filhos.

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1967-1971 e 1975-1979); INF. BIOG.; NÉRI, S. 16; Perfil (1980); TRIB. SUP. ELEIT. Dados (8 e 9).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados