JOSE TADEU FRANCA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: FRANÇA, Tadeu
Nome Completo: JOSE TADEU FRANCA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
FRANÇA, Tadeu [PRONTO]

FRANÇA, Tadeu

*dep. fed. PR 1987-1991; const. 1987-1988.

 

                José Tadeu França nasceu em Santa Fé (PR) no dia 21 de abril de 1946, filho de Militão Bento França e Maria Gonçalves da Silva.

                Cursou letras na Universidade Estadual de Londrina, onde se diplomou em 1970. No ano seguinte, foi admitido no curso de filosofia da Universidade de Passo Fundo (RS) e se graduou em 1973.

                Professor da rede estadual de ensino do Paraná, em novembro de 1976 elegeu-se vereador de Maringá (PR) na legenda do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), agremiação política de oposição ao regime militar instaurado no país em abril de 1964. Seu mandato teve início em fevereiro de 1977, ano em que também concluiu o mestrado em letras pelo Centro de Pós-Graduação de Bauru (SP).

Com a extinção do bipartidarismo em novembro de 1979, filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). Em 1981, iniciou seu terceiro curso universitário, ingressando na Faculdade de Direito de Itapetinga (SP), pela qual se formou bacharel em 1985.

                Em novembro de 1982, Tadeu França elegeu-se deputado estadual do Paraná, pela legenda do PMDB. Presidente da Comissão de Educação e integrante da Comissão de Recursos Humanos, candidatou-se, nas eleições de novembro de 1986, a deputado federal constituinte pela legenda do PMDB. Eleito, assumiu sua cadeira na Assembléia Nacional Constituinte em 1º de fevereiro de 1987, após o término de seu mandato na Assembléia em janeiro. Em março seguinte, filiou-se ao Partido Democrático Trabalhista (PDT).

                Na Constituinte, integrou a Subcomissão da Educação, Cultura e Esportes, as comissões da Família, da Educação, Cultura e Esportes, da Ciência e Tecnologia e da Comunicação e foi suplente da Subcomissão de Garantia da Constituição, Reformas e Emendas, da Comissão de Organização Eleitoral, Partidária e Garantia das Instituições. Votou a favor do rompimento de relações diplomáticas com países com política de discriminação racial, da limitação do direito de propriedade privada, do mandado de segurança coletivo, da remuneração 50% superior para o trabalho extra, da jornada semanal de 40 horas, do turno ininterrupto de seis horas, da unicidade sindical, da soberania popular, do voto aos 16 anos, da nacionalização do subsolo, da estatização do sistema financeiro, do limite de 12% ao ano para os juros reais, da proibição do comércio de sangue, da limitação dos encargos da dívida externa, da criação de um fundo de apoio à reforma agrária, da anistia a micro e pequenos empresários e da desapropriação da propriedade produtiva. Foi contra a pena de morte, o presidencialismo, o mandato de cinco anos para o presidente José Sarney e a legalização do jogo do bicho.

Considerado um dos representantes da esquerda no Congresso Nacional, defendeu a estabilidade do emprego e a realização de ampla reforma agrária e urbana. Foi um dos articuladores da Frente Pró-Índio, que presidiu até o final da legislatura, e um dos mentores do acordo que garantiu os direitos indígenas nos artigos 231 e 232 do texto constitucional.

Com a promulgação da nova Carta em 5 de outubro de 1988, voltou a participar dos trabalhos legislativos ordinários da Câmara, integrando a Comissão de Educação, Cultura e Esportes. Deixou a Câmara dos Deputados em janeiro de 1991, ao final da legislatura, sem ter disputado novo mandato no pleito de outubro do ano anterior.

Ainda no PDT, foi secretário estadual do Meio Ambiente do Paraná, entre 1991 e 1993, no governo de Roberto Requião (1991-1994). Retirando-se da vida pública, tornou-se professor de literatura brasileira na Universidade Estadual de Maringá.

Casou-se com  Clarice Bedim França, com quem teve três filhos.

 

FONTES: ASSEMB. NAC. CONST. Repertório (1987-1988); COELHO, J. & OLIVEIRA, A. Nova; Folha de São Paulo (19/1/1987); INF. BIOG.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados