Jovino Cândido da Silva

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: CÂNDIDO, Jovino
Nome Completo: Jovino Cândido da Silva

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

CÂNDIDO, Jovino

* dep. fed. SP 2003-2007

 

Jovino Cândido da Silva nasceu em Florínea (SP) no dia 20 de janeiro de 1955, filho de José Cândido da Silva e de Maria José Alves da Silva.

Começou a trabalhar em 1972 como ajudante de mecânico na empresa Camargo Correia, em Guarulhos (SP). A partir do ano seguinte trabalhou em diversas empresas na mesma cidade. Em 1982 concluiu o curso de direito nas Faculdades Integradas de Guarulhos. No mesmo ano passou a trabalhar na prefeitura da cidade e em 1983 tornou-se oficial legislativo da Câmara Municipal, função que exerceria até 1996. De 1987 a 1988 foi secretário de Esportes da Prefeitura de Guarulhos na gestão de Oswaldo de Carlos, do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).

Em 1992 filiou-se ao Partido Verde (PV) e tornou-se presidente do diretório de Guarulhos. Em 1996 foi eleito vice-prefeito de Guarulhos na chapa encabeçada por Nefi Tales, do Partido Democrático Trabalhista (PDT). Em setembro de 1998, com o afastamento de Nefi Tales pelo Tribunal de Justiça, assumiu interinamente a prefeitura. Em dezembro, com a cassação do mandato do prefeito pela Câmara Municipal, foi efetivado. No ano seguinte denunciou um esquema de corrupção e favorecimentos na Câmara de Guarulhos que levou para a prisão três vereadores.

Na eleição de 2000 disputou a prefeitura de Guarulhos na legenda do PV, mas foi derrotado no segundo turno pelo candidato Elói Pietá, do Partido dos Trabalhadores (PT). Em 2002 foi eleito deputado federal por São Paulo. Empossado em fevereiro de 2003, foi membro titular da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática e da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara. Em 2003 votou contra a proposta de reforma da Previdência, que alterava o regime de previdência de servidores públicos e trabalhadores da iniciativa privada.

Em 2004 foi mais uma vez candidato a prefeito de Guarulhos na legenda do PV, mas chegou em segundo lugar, atrás de Elói Pietá do PT, reeleito no primeiro turno. Na eleição de 2006 tentou se reeleger deputado federal, mas não teve sucesso. Deixou a Câmara ao final da legislatura, em janeiro de 2007. Em 2008 candidatou-se novamente para prefeito de Guarulhos, mas ficou em terceiro lugar no primeiro turno.

Nas eleições de Outubro de 2010, concorreu ao cargo de deputado federal do estado de São Paulo, mas obteve uma suplência.

No pleito municipal de 2012, disputou a prefeitura de Guarulhos, mas os 31.273 votos recebidos foram insuficientes, deixando-o na quarta colocação dentre os candidatos do primeiro turno. Em seguida à derrota, foi punido pela Justiça Federal com o bloqueio de bens devido à uma ação do Ministério Público Federal que identificou irregularidades no orçamento do período que esteve a frente da prefeitura, treze anos antes.

Publicou os livros Reforma tributária: uma análise sem paixão ideológica (1999) e Cantareira: o caminho da metropolização (2000).

 

Augusto Gomes

 

 

FONTES: Jornal Folha de S. Paulo (17/08/1999, 16/09/2000, 05/10/2000, 30/10/2000, 06/08/2003 e 04/10/2008); Revista Veja (21/07/1999); Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em: <www.camara.gov.br>. Acesso em 05/11/2009; Portal G1 de Notícias. Disponível em: <http://g1.globo.com>. Acesso em 21/08/2013; Portal do jornal Estadão. Disponível em: <http://www.estadao.com.br/>. Acesso em 21/08/2013; Portal da Justiça Federal de São Paulo. Disponível em: <http://www.jfsp.jus.br/>. Acesso em 21/08/2013; Portal do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo. Disponível em: <www.tre-sp.gov.br>. Acesso em 05/11/2009; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: <http://www.tse.jus.br>. Acesso em 21/08/2013.

 

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados