LAURO AUGUSTO DO PRADO MAIA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MAIA, Lauro
Nome Completo: LAURO AUGUSTO DO PRADO MAIA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MAIA, LAURO

MAIA, Lauro

*dep. fed. SE 1989-1990.

 

Lauro Augusto do Prado Maia nasceu em Aracaju no dia 26 de maio de 1934, filho do químico-farmacêutico Helvécio de Brito Maia e da professora Lisete do Prado Maia.

Concluiu o curso de medicina pela Universidade Federal de Sergipe em 1967, especializando-se em otorrinolaringologia. Durante sua graduação, presidiu o diretório acadêmico no biênio 1963-1965.

Em 1968, passou a atuar como médico especialista do Instituto Nacional de Previdência Social e tornou-se professor da Fundação do Ensino Médico de Sergipe.

Após alguns anos, o crescimento de seu prestígio profissional no estado acabou despertando o interesse do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) — partido de oposição ao regime militar instaurado no Brasil em abril de 1964 — que o convidou para candidatar-se ao Senado nas eleições de novembro de 1974. Lauro Maia rejeitou a proposta.

Em setembro de 1985, foi nomeado coordenador regional de Controle e Avaliação do Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (INAMPS). No ano seguinte, cedeu aos apelos do amigo Antônio Carlos Valadares, ex-deputado federal e candidato ao governo do estado na época, e aceitou disputar uma vaga para a Câmara dos Deputados pelo Partido da Frente Liberal (PFL). Não conseguiu se eleger, mas obteve a primeira suplência. Ainda em 1986, no final do governo de João Alves Filho (1983-1987), assumiu a pasta de Saúde e do Bem-Estar Social, ocupando-a até o início do ano seguinte.

Com a eleição de Valadares para o governo sergipano, empossado em março de 1987, Lauro Maia tornou-se secretário Especial de Ação Comunitária (1987-1988) e presidente do Conselho da Fundação de Desenvolvimento do Estado de Sergipe. Ainda em 1987, Lauro Maia foi nomeado auditor-médico no INAMPS.

Nas eleições municipais de novembro de 1988 foi lançado candidato à prefeitura de Aracaju na coalizão formada pelo PMDB e Partido da Frente Liberal. Apesar do apoio do governador, foi derrotado pelo candidato do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Wellington Paixão.

Em janeiro de 1989, ocupou a vaga do deputado federal João Machado Rolemberg, que havia assumido a Secretaria de Obras e Saneamento de Sergipe. Exerceu o mandato até janeiro do ano seguinte, quando o titular reassumiu sua cadeira.

Faleceu em Sergipe no dia 30 de agosto de 1991, vítima de leucemia linfocítica crônica.

Era casado com Alaíde Moreira Maia, com quem teve cinco filhos. Alaíde tornou-se vice-prefeita do município de Nossa Senhora do Socorro em 1997.

 

FONTE: INF. Helvécio de Brito Maia Neto.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados