LEAL, JOAO DA SILVA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: LEAL, João da Silva
Nome Completo: LEAL, JOAO DA SILVA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
LEAL, JOÃO DA SILVA

LEAL, João da Silva

*militar; rev. 1930; interv. CE 1931; const. 1934; dep. fed. CE 1935-1937 e 1947-1949.

 

João da Silva Leal nasceu em São Mateus (CE) no dia 10 de setembro de 1879, filho de Manuel da Silva Costa Leal e de Delfina Carlota Pereira e Silva Leal.

Estudou no Liceu do Ceará, em Fortaleza, antes de ingressar na carreira militar, sentando praça no Rio de Janeiro, então Distrito Federal, em 1898. Participou da Revolta da Vacina irrompida na Escola Militar da Praia Vermelha em 1904, tornando-se aspirante-a-oficial apenas em 1906. Segundo-tenente em 1907, foi promovido a primeiro-tenente em 1915. No ano seguinte, iniciou-se no magistério lecionando português no Colégio Militar de Fortaleza. Promovido a capitão em 1920, reformou-se no posto de major no ano seguinte, por ter optado pelo magistério militar. Durante sua carreira no Exército, cursou a Escola de Estado-Maior.

Em 1922, presidiu um comitê da Reação Republicana, movimento de apoio à candidatura de Nilo Peçanha à presidência da República. Em 1929, elegeu-se deputado à Câmara Estadual do Ceará. Durante a Revolução de 1930, participou de uma coluna organizada por Landri Sales e outros, reunindo civis e militares cearenses e paraibanos. A coluna partiu de Sousa (PB) e entrou no Ceará por Lavras, com a finalidade de depor o governo estadual. O sul do estado logo aderiu à revolução e o governo cearense caiu no dia 8 de outubro. No dia 13, ao se formar o governo revolucionário estadual, foi nomeado secretário da Fazenda do estado, cargo em que permaneceu até junho de 1931. Nesse mês, substituindo Manuel Fernandes Távora, foi nomeado interinamente interventor federal no Ceará, governando o estado até setembro do mesmo ano, quando transferiu o cargo ao capitão Roberto Carneiro de Mendonça.

Em fins de 1932, com a convocação de eleições para a Assembléia Nacional Constituinte marcadas para maio de 1933, colaborou na fundação do Partido Social Democrático (PSD) do Ceará, tendo integrado sua primeira comissão executiva. O PSD representava no estado os interesses da família Távora, apoiando também o governo federal. No pleito de maio, João da Silva Leal se elegeu deputado pelo Ceará à Constituinte na legenda do PSD, assumindo o mandato em novembro. Participou dos trabalhos constituintes, e, com a promulgação da nova Carta (16/7/1934) teve o mandato prorrogado até maio de 1935. Elegendo-se em outubro de 1934 deputado federal pelo Ceará na legenda do PSD permaneceu na Câmara até 10 de novembro de 1937, quando, com o advento do Estado Novo, os órgãos legislativos do país foram suprimidos.

Com o fim do regime de exceção de 1945, elegeu-se em dezembro deste mesmo ano, suplente de deputado federal pelo Ceará na legenda da União Democrática Nacional (UDN), assumindo o mandato na Câmara em maio de 1947. Em 1948, integrou a Comissão Permanente de Segurança Nacional e substituiu Egberto Rodrigues na Comissão de Diplomacia da Câmara. Abandonou o mandato de deputado federal no dia 31 de janeiro de 1949.

Faleceu no dia 29 de janeiro de 1963.

Era casado com Odete da Silva Leal.

 

FONTES: ALBUQUERQUE, J. Cearenses no Rio; ALBUQUERQUE, J. Cearenses no Rio e em SP; ASSEMB. NAC. CONST. 1934 Anais (1); CÂM. DEP. Deputados brasileiros (1946-1967); Câm. Dep. seus componentes; Diário do Congresso Nacional;  FUND. GETULIO VARGAS. Cronologia da Assembléia; GIRÃO, R. Ceará; GODINHO, V. Constituintes; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (1947-1951).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados