LUIS SANDE DE OLIVEIRA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: SANDE, Luís
Nome Completo: LUIS SANDE DE OLIVEIRA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
SANDE, LUÍS

SANDE, Luís

*pres. BNDES 1979-1983.

 

Luís Sande de Oliveira nasceu em Nazaré (BA), no dia 9 de dezembro de 1933, filho de Aristides Carmelo Gomes de Oliveira e de Alzira de Caldas Brito Sande e Oliveira.

Em 1952, com 19 anos, ingressou no Banco do Brasil. Primeiro aluno da turma que se formou em direito na Universidade Católica de Salvador, em 1960, graduou-se em 1964 como master of business administration, pela Michigan State University, nos Estados Unidos. Professor de administração financeira na Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia e na Universidade Católica de Salvador, entre 1965 e 1966 atuou também no setor privado, como chefe do setor de orientação financeira e diretor do departamento industrial da Federação das Indústrias do Estado da Bahia. De 1965 a 1968 lecionou em cursos intensivos de crédito industrial realizados no Rio de Janeiro pelo Banco do Brasil.

Nomeado em 1966 diretor departamental da Secretaria de Indústria e Comércio da Bahia, no ano seguinte deixou o cargo para assumir a Secretaria de Finanças da prefeitura de Salvador, onde permaneceu até 1970, quando se tornou diretor-superintendente do Banco do Estado da Bahia. Em março de 1971 tomou posse como secretário estadual da Fazenda.

A partir de 1973 deu aulas na Escola de Administração de Empresas da Bahia. Em janeiro de 1975 tornou-se membro da diretoria do Banco Nacional da Habitação (BNH), e em maio deixou o cargo de secretário da Fazenda para assumir a presidência do Banco do Estado da Bahia. Atuou também como Representante do Ministério do Interior na Comissão Nacional da Indústria de Construção Civil, desde 1976, e no Conselho Nacional de Política de Emprego, desde 1977, e dirigiu a Associação Brasileira de Normas Técnicas de janeiro de 1977 a junho de 1978.

Em março de 1979, logo no início do governo Figueiredo (1979-1984), deixou o cargo de diretor do BNH, assumindo a presidência do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes) no lugar de Luís Carlos Soares de Sousa Rodrigues. No mês seguinte passou a integrar o conselho de administração da Empresa Brasileira de Telecomunicações (Embratel). Em setembro de 1983 foi substituído no Bndes por Jorge Lins Freire.

Sande aposentou-se em 1985, voltando a lecionar na Universidade Federal da Bahia, ao mesmo tempo em que se dedicava à iniciativa privada, como produtor rural em Amargosa (BA).

Conselheiro do Centro de Desenvolvimento Industrial da Bahia, do Centro Industrial de Aratu, do Instituto de Cacau da Bahia e do Banco do Estado da Bahia, coordenou várias jornadas e seminários de cursos de pós-graduação promovidos pela Escola de Administração de Empresas, em Salvador e em outras capitais, além de cidades do interior da Bahia. Lecionou em cursos intensivos de administração no Rio de Janeiro e em Porto Alegre.

Faleceu em Salvador, no dia 16 de maio de 1995.

Era casado com Míriam Freire Sande e Oliveira, com quem teve cinco filhos.

 

FONTES: CURRIC. BIOG.; INF. FAM. JORGE SANDE.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados