MACEDO, JOSE

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MACEDO, José
Nome Completo: MACEDO, JOSE

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MACEDO, JOSÉ

MACEDO, José

*rev. 1935.

José Macedo nasceu em Santana de Matos (RN) no dia 1º de maio de 1902, filho de Luís Antônio de Macedo e de Maria Olímpia de Macedo.

Funcionário público, foi tesoureiro da agência de Correios e Telégrafos de Natal no governo do interventor Mário Câmara (1933-1935). Nessa época, a situação do Rio Grande do Norte era de grande instabilidade política, devido ao descontentamento popular com o governo e aos conflitos que opunham o interventor à oligarquia local, chefiada pelo coronel José Augusto Bezerra de Medeiros.

A crise política continuou após a mudança de governo ocorrida em outubro de 1935, quando tomou posse Rafael Fernandes, ligado à oligarquia local. Ao mesmo tempo, a Aliança Nacional Libertadora (ANL), organização política criada em março de 1935, reunindo várias correntes oposicionistas e sob a liderança do Partido Comunista Brasileiro, então Partido Comunista do Brasil (PCB), articulava um movimento revolucionário com a finalidade de lutar contra o imperialismo, o latifúndio e o fascismo. O movimento seria iniciado com levantes militares em várias regiões do país e deveria contar com o apoio da massa proletária. Antecipando-se às ordens do PCB, os revoltosos do Rio Grande do Norte, em meio à crise política local, deflagraram o levante no dia 23 de novembro de 1935, apossando-se do 21º Batalhão de Caçadores (21º BC).

José Macedo tomou parte na revolta, que imediatamente dominou Natal, aí instalando um Governo Revolucionário Popular. Na qualidade de secretário de Finanças desse governo, Macedo participou de suas resoluções, entre as quais a gratuidade dos transportes coletivos e a expropriação de 3.600 contos de réis da agência local do Banco do Brasil, valor que foi parcialmente distribuído entre as tropas e a população. Além disso, o governo revolucionário requisitou mantimentos para as tropas e a população e ocupou as cidades de Ceará-Mirim, Baixa Verde, São José de Mipibu, Santa Cruz e Canguaretama, todas no interior do Rio Grande do Norte.

No dia seguinte à eclosão da revolução, o movimento estendeu-se a Recife, onde começou no 29º BC, alcançando o Rio de Janeiro, então Distrito Federal, três dias depois, em 27 de novembro. Aí atingiu o 3º Regimento de Infantaria da Praia Vermelha e a Escola de Aviação Militar no Campo dos Afonsos, sempre com o objetivo de instalar um governo revolucionário popular no país sob a direção da ANL. José Macedo permaneceu em Natal até essa data, organizando junto com os outros integrantes do governo três colunas revolucionárias com destino a Recife, Moçoró (RN) e Caicó (RN). Também participou como supervisor de grupos de requisição de mantimentos. Entretanto, ao tomar conhecimento de que o levante em Recife fora sufocado pelas tropas fiéis ao governo, decidiu, juntamente com os demais revolucionários, abandonar a cidade, que logo foi retomada pelas tropas legalistas, sendo o governador Rafael Fernandes reconduzido ao poder.

Após resistir durante uma semana no interior do estado em Canguaretama, rendeu-se, sendo detido pelas tropas legalistas junto com outros revolucionários em 23 de novembro de 1935. Em março de 1936 desembarcou preso no Rio de Janeiro, no mesmo grupo de revolucionários vindos do Norte e do Nordeste, entre os quais encontrava-se o escritor Graciliano Ramos. Em 9 de agosto de 1938, foi condenado pelo Tribunal de Segurança Nacional a uma pena de dez anos de reclusão. Foi transferido no dia 11 de fevereiro de 1942 para a ilha Grande, onde cumpriu o restante de sua pena.

FONTES: CAMPOS, R. Tribunal; CARONE, E. República nova; COSTA, H. Insurreição; ENTREV. DIAS, G.; LEVINE, R. Vargas; PACHECO, E. Partido; PESSANHA, E. Partido; PINHEIRO, P. Estratégias; SEGATTO, J. Breve; SEGATTO, J. PCB; SILVA, H. 1935; SILVA, H. 1937; VIANA, M. Revolucionários.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados