MÃO BRANCA, Edigar

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MÃO BRANCA, Edigar
Nome Completo: MÃO BRANCA, Edigar

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
Edgar Mão Branca

MÃO BRANCA, Edigar

* dep. fed. BA 2007-2010.

 

Edigar Evangelista dos Anjos nasceu em Macarani, BA, em 14 de janeiro de 1959, filho de Exupério Evangelista dos Anjos e Ridalva Viana Brito.

Agricultor, radialista e músico, cursou o ensino fundamental no Grupo Escolar Nair D'Esquivel Jandiroba e o ensino médio no Ginásio Agroindustrial e Centro Educacional Alfredo Dutra.

Ingressou na vida política em 2003 filiando-se ao Partido Verde (PV), e tornando-se presidente da legenda em Itapetinga (BA).

Disputou as eleições para a Câmara, pela Bahia, em 2006, obtendo uma suplência. Assumiu o mandato em 20 de março de 2007 devido ao afastamento do Deputado Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), que se tornou ministro da Integração Nacional no segundo governo de Luís Inácio Lula da Silva (2007-2011).

Na Câmara federal, Mão Branca foi titular na Comissão Permanente de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática. Foi um dos criadores de uma “Frente Parlamentar em Defesa da Música”.

Em 2008 elaborou e teve aprovado pela Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, seu projeto que criava o Programa Nacional de Fomento à Produção e à Comercialização da Mandioca e de seus Derivados. O programa tinha por objetivo o incentivo de melhorias no plantio e na utilização da mandioca como forma de alimento. Também em 2008, em Outubro, concorreu nas eleições municipais na condição de candidato do PV ao cargo de prefeito de Itapetinga, localizada no centro-sul da Bahia, mas não obteve votos suficientes para lograr êxito.

Em 11 de setembro de 2009 tornou-se Vice-líder do PV na Câmara. Deixou o exercício do mandato e retornou à suplência, porém, com o retorno do titular, em Abril de 2010.  Concorreu a um novo mandato nas eleições realizadas em Outubro daquele ano, mas os 38.710 votos que recebeu foram insuficientes.

Em 2012, entretanto, tentou outro cargo político no Executivo, ao disputar desta vez a prefeitura de Vitória da Conquista, novamente pelo PV. Nesta ocasião, porém, foi apenas o terceiro mais votado, com menos de cinco mil votos, enquanto os candidatos que foram ao segundo turno receberam mais de 60 mil votos em pleito que reelegeu o então prefeito, Guilherme Menezes, do PT.

Como músico, gravou diversas obras ao longo de sua vida profissional.

 

Jean Spritzer (atualização)

 

 

FONTES: Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www.camara.gov.br/>. Acesso em 01/06/2015; Portal G1 de Notícias. Disponível em: <http://www.g1.globo.com/bahia/>. Acesso em 01/06/2015; Portal pessoal de Edigar Mão Branca. Disponível em: <http://www.edigarmaobranca.com.br/>. Acesso em 01/11/2009; Portal Tribuna da Conquista. Disponível em: <http://www.tribunadaconquista.com.br/v1/>. Acesso em 01/11/2009; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: <http://www.tse.jus.br/>. Acesso em 01/06/2015.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados