MARANHÃO, Benjamin

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MARANHÃO, Benjamin
Nome Completo: MARANHÃO, Benjamin

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MARANHÃO, Benjamin

MARANHÃO, Benjamin

* dep. fed. PB 2003-2007.

 

Benjamin Gomes Maranhão Neto nasceu em João Pessoa no dia 30 de novembro de 1971, filho de Newton Pedrosa e Vilma Targino Maranhão Pedrosa. Sua mãe foi eleita prefeita de Araruna (PB) em 2008. Sua irmã, Olenka Targino Maranhão Pedrosa, foi deputada estadual DATA. Seu tio materno, José Targino Maranhão, foi deputado estadual de 1955 a 1967 e de 1967 a 1969, deputado federal pelo estado da Paraíba de 1983 a 1995, senador de 2003 a 2006 e governador de 1995 a 2002 e eleito novamente em 2006.

Benjamin Maranhão filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) em 1989.

Formou-se em odontologia na Universidade Federal da Paraíba em 1995.

Foi, por duas vezes consecutivas, prefeito de Araruna tendo sido eleito em 1996 e em 2000.

Em outubro de 2002, foi eleito deputado federal pelo estado da Paraíba na legenda do PMDB. Renunciou ao cargo de prefeito de Araruna e em fevereiro de 2003 assumiu a cadeira na Câmara dos Deputados. Participou da Comissão Permanente da Seguridade Social e Família e da Comissão Permanente sobre Turismo e Desporto. Vale ainda destacar sua participação na Comissão Parlamentar de Inquérito sobre o tráfico de órgãos humanos. Membro da base de sustentação do governo de Luís Inácio Lula da Silva (2003- ), votou a favor das propostas de reformas da Previdência e Tributária.

Em 2006, foi um dos citados nas investigações de denúncias de superfaturamento na compra de ambulâncias realizadas pela CPI dos sanguessugas. Não disputou a reeleição em outubro. Deixou a Câmara dos Deputados em janeiro de 2003, ao final da legislatura.

Em 2008, indicado pelo tio, foi cogitado para a diretoria de projetos especiais da Eletrobrás. Contudo, seu nome foi vetado pelo ministro das Minas e Energia Edison Lobão em razão de ter sido arrolado entre os indiciados na CPI das Sanguessugas.

Elegeu-se deputado federal, pelo PMDB, no pleito de 2010 e licenciou-se do mandato por 121 dias, entre julho e novembro de 2012. Foi titular da Comissão de Turismo e Desporto e da Comissão Especial de discussão do projeto de lei (PL) nº 7.495, de 2006, sobre a criação de empregos públicos na Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Participou, ainda, da Comissão externa que discutiu a transposição do Rio São Francisco. Foi autor da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 146, em 2012, para estender a estabilidade provisória no emprego à trabalhadora que realizar adoção.

               

Débora Paiva Monteiro

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (2003-2007); Site de Araruna (PB) http://www.ararunapb.com/site/pagina/historiaAraruna acesso em 20/9/09; Site do PMDB da Paraíba: http://www.pmdb-pb.org.br/ver2/index.php acesso em 20/9/09; SENADO FEDERAL Senadores.

http://www.diap.org.br/ acesso em 20/9/09

http://www.portalcorreio.com.br/noticias/matLer.asp?newsId=25382 acesso em 20/9/09

http://revistadasemana.blog.uol.com.br/arch2006-08-27_2006-09-02.html acesso em 20/9/09

 

 

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados