MATEUS, Cristiano

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MATEUS, Cristiano
Nome Completo: MATEUS, Cristiano

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MATHEUS, Cristiano

MATEUS, Cristiano

* dep. fed. AL 2007-2008.

 Cristiano Mateus da Silva e Sousa nasceu em Ubatuba (SP) no dia 3 de junho de 1973, filho de José Mateus de Sousa e de Maria Girlene Silva.

Ainda na infância mudou-se para Alagoas. Iniciou sua vida profissional como vendedor em Pão de Açúcar (AL) em 1992. No ano seguinte transferiu-se para São Paulo, onde exerceu a função de operador de caixa terceirizado no Serviço Social do Comércio (SESC). Retornou Alagoas, estabelecendo-se em Maceió, e fez estágio no Banco do Brasil no biênio 1994-1995.

Em 1996, tornou-se locutor e apresentador da Rádio Manguaba do Pilar, em Pilar (AL), função que exerceu até 2002. Entre 1999 e 2000 fez o curso de Rádio e Televisão no Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET) de Alagoas. De 2001 a 2002 foi também locutor e apresentador da Sampaio Rádio e Televisão, da TV Alagoas, e de 2002 a 2007 trabalhou como locutor de noticiário da TV Pajuçara. No biênio 2003-2004 cursou gestão de marketing em varejo na Fundação Alagoana de Pesquisa, Educação e Cultura (Fapec).

Iniciou sua carreira política em 2004, ao se filiar ao Partido da Frente Liberal (PFL). Nas eleições de outubro do mesmo ano, concorreu sem sucesso a uma vaga na Câmara Municipal de Maceió. Em 2006, ingressou na Faculdade de Jornalismo do Centro de Estudos Superiores de Maceió (Cesmac).

Nas eleições de outubro desse ano, disputou uma vaga de deputado federal por Alagoas na legenda do PFL. Eleito, assumiu o mandato em fevereiro de 2007 e integrou como membro titular a Comissão Permanente de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática. Em meados de março de 2007, deixou o PFL e ingressou no Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). No dia 27 do mesmo mês, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estabeleceu a regra da fidelidade partidária para deputados federais e estaduais e vereadores eleitos em 2006, o que embasou a representação do Democratas (DEM), antigo PFL, ao Supremo Tribunal Federal (STF) para cassar seu mandato. O STF, porém, decidiu que a regra tinha validade para trocas partidárias ocorridas após 27 de março. Com isso, continuou na Câmara dos Deputados.

Ainda em março de 2007, votou a favor do recurso do Partido dos Trabalhadores (PT) que suspendeu a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Apagão Aéreo. Em 2008, votou a favor da prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) até 2011, seguindo a votação da bancada alagoana. No entanto, a emenda foi rejeitada pelo Senado e decretou-se a extinção do imposto. Nas eleições de outubro de 2008 elegeu-se prefeito de Marechal Deodoro (AL). Renunciou ao mandato na Câmara dos Deputados e assumiu a prefeitura em janeiro de 2009. Nas eleições municipais de Outubro de 2012, foi reeleito, tendo iniciado novo mandato em Janeiro de 2013.

Solteiro, não teve filhos.

Alexandra Toste

 

FONTES: Portal do jornal Estado de S.Paulo. Disponível em: <http://www.estadao.com.br>; Portal do jornal Folha de S. Paulo. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br>; Jornal O Globo (26/10/08); Jornal do Brasil (5/5 e 3/10/07); Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www.camara.gov.br/>; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: <http://www.tse.gov.br/  > acesso em 16/05/2014; Portal do Tribunal Regional Eleitoral - AL. Disponível em: <http://www.tre-al.jus.br/ > acesso em 16/05/2014. 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados