MERCIO, CAMILO TEIXEIRA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MÉRCIO, Camilo Teixeira
Nome Completo: MERCIO, CAMILO TEIXEIRA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MÉRCIO, CAMILO TEIXEIRA

MÉRCIO, Camilo Teixeira

*dep. fed. RS 1936-1937; sen. RS 1947, 1948 e 1949-1955.

 

Camilo Teixeira Mércio nasceu em Bajé (RS) no dia 16 de junho de 1891, filho de Favorino Mércio Pereira e de Amélia Teixeira Mércio.

Bacharelou-se em 1915 pela Faculdade Livre de Direito do Rio de Janeiro, na capital da República, e, além da advocacia, dedicou-se posteriormente ao jornalismo e à pecuária.

Iniciou sua carreira política no pleito de maio de 1933, quando obteve uma suplência de deputado à Assembléia Nacional Constituinte na legenda da Frente Única Gaúcha (FUG), constituída pelo Partido Republicano Rio-Grandense (PRR) e o Partido Libertador (PL). Não chegou a participar dos trabalhos constituintes e, nas eleições de outubro de 1934, candidatou-se mais uma vez a deputado federal, sempre na legenda da FUG. Conseguindo uma nova suplência, ocupou uma cadeira na Câmara de julho de 1936 até novembro de 1937 quando, com o advento do Estado Novo, os órgãos legislativos do país foram suprimidos.

Com o processo de redemocratização iniciado em 1945, empenhou-se na organização em seu estado do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), do qual foi um dos fundadores. No entanto, em janeiro de 1947 foi eleito suplente de Getúlio Vargas, senador pelo Rio Grande do Sul, na legenda do Partido Social Democrático (PSD). Exerceu o mandato nos períodos de agosto a setembro de 1947, de janeiro a dezembro de 1948 e a partir de 1949, tornando-se efetivo no Senado em janeiro de 1951, quando Getúlio foi empossado na presidência da República. Participou da Comissão de Justiça encarregada de julgar a procedência da nomeação de Olegário Mariano — que não era diplomata de carreira — para o cargo de embaixador em Lisboa, tendo-se posicionado a favor da nomeação do candidato. Concluiu o mandato em janeiro de 1955.

Foi ainda ministro do Tribunal de Contas do Rio Grande do Sul.

Faleceu em Porto Alegre no dia 8 de julho de 1958.

Era casado com Margarida Bastos Mércio, com quem teve dois filhos.

Publicou vários discursos pronunciados durante o exercício do mandato no Senado.

 

FONTES: ARQ. GETÚLIO VARGAS; ASSEMB. NAC. CONST. 1934. Anais (1); CÂM. DEP. Deputados; CISNEIROS, A. Parlamentares; Grande encic. Delta; INF. FAM.; MACEDO, N. Aspectos; SENADO. Relação; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (1).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados