MESQUITA, Bel

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MESQUITA, Bel
Nome Completo: MESQUITA, Bel

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

MESQUITA, Bel

*dep. fed. PA. 2007-2011.

 

 Ana Isabel Mesquita de Oliveira nasceu em Jundiaí (SP) no dia 24 de setembro de 1952, filha de Eder Aparecido Mesquita de Oliveira e Anna Luiza Cravinhos Mesquita de Oliveira.

Graduada em psicologia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas em 1974, foi professora adjunta da cadeira de psicologia social nas Faculdades de Educação e Cultura de São Caetano do Sul nos anos de 1976 e 1977 e psicóloga da Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor (Febem) de São Paulo de 1977 até 1984, quando se mudou para a cidade de Parauapebas (PA). Foi presidente da Fundação de Ação Social e Cultural de Parauapebas entre 1989 e 1992 e presidente do Conselho Municipal de Saúde do mesmo município durante o ano de 1992.

Em 1995 filiou-se no Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), elegendo-se, por esta legenda, no ano seguinte, para a prefeitura de Parauapebas. Durante a administração (1997-2000), a prefeita mudou de sigla e em 1999 passou a integrar o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), assumindo neste mesmo ano a presidência do partido em Parauapebas, cargo em que permaneceria até 2004.

No pleito de 2000, foi reeleita para a prefeitura do município paraense.

Em 2005, deixou o PTB, filiando-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).

Foi eleita deputada federal pelo estado do Pará, pela nova legenda, em outubro de 2006 com 44.037 votos, o equivalente a 52,5% dos votos válidos do município de Parauapebas, sua principal base eleitoral. Ocupando uma cadeira na Câmara a partir de fevereiro de 2007, tornou-se membro titular das comissões especiais de Exploração dos Recursos das Terras Indígenas, da Lei do Gás, e da Comissão Externa de Denúncia dos Abusos Sexuais de Adolescentes em Celas no Pará.

Tentou eleger-se novamente prefeita de Parauapebas, mas foi derrotada no primeiro turno das eleições municipais de outubro de 2008 pelo prefeito Darci Lermen, do Partido dos Trabalhadores (PT), que se reelegeu com 57,29% dos votos válidos contra seus  40,12%. De volta à Câmara, atuou como titular na Comissão de Educação e Cultura e também na Comissão de Seguridade Social e Família.

Nas eleições de Outubro de 2010, concorreu a uma vaga de deputada estadual na Assembleia Legislativa do Pará. Com 15.319 votos recebidos, não obteve êxito.

Deixou a Câmara dos Deputados no fim do mandato, em Janeiro de 2011. Em Fevereiro, assumiu o cargo de Secretária Nacional de Políticas de Turismo, na pasta ministerial responsável pelo setor.

Permaneceu na função até Junho de 2012, quando se descompatibilizou para lançar candidatura nas eleições municipais daquele ano para vice-prefeita de Parauapebas. Concorreu na chapa encabeçada pelo candidato Coutinho, do PT. Receberam pouco mais de 29 mil votos, mas não foram eleitos.

Em 2013, retornou a São Paulo, onde foi nomeada para cargo na prefeitura de Guarujá.

Casou-se com Faisal Farias Mahmoud Salmen Hussain com quem teve dois filhos.

 

FONTES: Portal Blog da Bel Mesquita. Disponível em: <http://belmesquita.blogspot. com/>. Acesso em 28/10/2008; Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www2.camara.gov.br>. Acesso em 28/10/2008 e 10/02/2014; Portal do Congresso em Foco. Disponível em: <http://congressoemfoco.uol.com.br>. Acesso em 10/02/2014; Portal Diário do Pará. Disponível em: <http://www.diariodopara.com.br>. Acesso em 28/01/2008; Portal O Liberal. Disponível em: <http://www.orm.com.br/oliberal>. Acesso em 28/01/2008; Portal do Supremo Tribunal Federal. Disponível em: <http://www.stf.jus.br>. Acesso em 10/02/2014; Portal do TSE. Disponível em: <http://www.tse.gov.br>. Acesso em 28/10/2008 e 10/02/2014.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados