MOREIRA, ALBERTO JORGE DE IPANEMA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MOREIRA, Alberto Jorge de Ipanema
Nome Completo: MOREIRA, ALBERTO JORGE DE IPANEMA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MOREIRA, ALBERTO JORGE DE IPANEMA

MOREIRA, Alberto Jorge de Ipanema

*diplomata; emb. Bras. Peru 1931-1936.

Alberto Jorge de Ipanema Moreira nasceu em Bruxelas, na Bélgica, no dia 23 de novembro de 1871, filho de José Antônio Moreira Filho, barão de Ipanema. Como seu pai se encontrasse em missão oficial no exterior, foi considerado brasileiro segundo as normas constitucionais vigentes. Seu avô paterno, José Antônio Moreira, foi primeiro barão e depois conde de Ipanema.

Em 1893 diplomou-se em filosofia e letras pela Universidade de Louvain, na Bélgica.

Iniciou a carreira diplomática em 1898 como adido de legação em Paris. Segundo-secretário de embaixada em 1903, foi encarregado de negócios em Buenos Aires entre julho e agosto de 1908, atuando no ano seguinte como secretário da Conferência do Direito Marítimo, realizada em Bruxelas de julho a dezembro. Integrante da comitiva do ministro Lauro Müller em sua visita aos EUA de maio a junho de 1913, participou de maio a julho de 1914 da missão de mediação diplomática entre os EUA e o México, em Niagara Falls, naquele país. Nesse ínterim, foi promovido, em junho, a primeiro-secretário de embaixada.

Conselheiro de embaixada em maio de 1916, exerceu a função de encarregado de negócios no México de maio a setembro de 1918. De outubro seguinte a março de 1920, foi encarregado de negócios em Washington e, de janeiro a fevereiro de 1921, atuou como introdutor diplomático da Missão Colby. Encarregado de negócios em Atenas, na Grécia, de maio a setembro do mesmo ano, tornou-se, neste último mês, ministro residente na capital grega.

Em 1923 foi delegado do Brasil à V Conferência Internacional Americana, realizada entre fevereiro e junho desse ano em Santiago do Chile. Enviado extraordinário e ministro plenipotenciário de primeira classe em abril de 1929, atuou no ano seguinte como embaixador em missão especial à posse do novo presidente da Colômbia, Enrique Olaya Herrera. Nomeado embaixador no Peru em setembro de 1931 em substituição a Sílvio Rangel de Castro, atuou, em julho de 1934, como embaixador em comissão em Lima para a posse do novo presidente do Peru, Sanchez Cerro. Substituído na embaixada em Lima por Argeu Guimarães em novembro de 1936, foi ainda ministro residente em Cristiânia, atual Oslo, na Noruega, e embaixador em Bogotá, na Colômbia.

FONTES: FRANCO, A. Estadista; GUIMARÃES, A. Dic.; MIN. REL. EXT. Almanaque (1935); MIN. REL. EXT. Anuário.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados