MULLER, JOSE EUGENIO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MÜLLER, José Eugênio
Nome Completo: MULLER, JOSE EUGENIO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MÜLLER, JOSÉ EUGÊNIO

MÜLLER, José Eugênio

*dep. fed. SC 1935-1937; dep. fed. RJ 1957.

 

José Eugênio Müller nasceu no município de Itajaí (SC), no dia 28 de novembro de 1889, filho do tabelião Eugênio L. Müller e de Guilhermina B. Müller. O tio paterno Lauro Müller foi ministro de Viação e Obras Públicas no governo de Rodrigues Alves e, posteriormente, deputado federal e governador de Santa Catarina.

Autodidata, industrial do setor têxtil, iniciou a vida política participando da fundação da Aliança Liberal em Santa Catarina e tomando parte na Revolução de 1930. Em 1932, por ocasião da Revolução Constitucionalista de São Paulo, organizou e comandou o 8º Batalhão de Santa Catarina, que defendeu o governo provisório de Getúlio Vargas.

Em outubro de 1934 elegeu-se deputado federal por Santa Catarina na legenda do Partido Evolucionista Brasileiro (PEB), assumindo o mandato em maio de 1935. Embora tenha perdido o mandato em virtude do golpe do Estado Novo, em 10 de novembro de 1937, integrou a comitiva de parlamentares que foi cumprimentar Getúlio, no palácio do Catete.

Transferindo-se de Santa Catarina para o Rio de Janeiro, fixou residência no município de Nova Friburgo, onde investiu na construção de uma fábrica de biscoitos e retomou a carreira política.

Nomeado pelo governador fluminense, coronel Edmundo Macedo Soares e Silva, para prefeito de Nova Friburgo, permaneceu no cargo de 28 de março a 12 de abril de 1947. Em 1950, juntamente com Luís Simões Lopes, fundou o Colégio de Nova Friburgo, vinculado à Fundação Getulio Vargas. Nesse mesmo ano elegeu-se prefeito de Nova Friburgo, exercendo o mandato até janeiro de 1955.

No pleito de outubro de 1954 concorreu a uma vaga na Câmara dos Deputados na legenda do Partido Social Democrático (PSD), obtendo uma suplência. A convite do governador Miguel Couto Filho presidiu o Banco do Estado do Rio de Janeiro de 1954 a 1957, quando tomou assento na Câmara, lá permanecendo até dezembro de 1958. Desgostoso com a morte de uma filha retirou-se da vida pública e retornou a Nova Friburgo.

Como empresário, criou a Companhia de Hóteis Sans-Souci e a Rádio Sociedade de Friburgo.

Faleceu na cidade do Rio de Janeiro no dia 3 de maio de 1973.

Era casado com Maria Augusta Amaral Müller, com quem teve cinco filhos.

 

FONTES: ASS. NAC. CONST.; Boletim Min. Trab. (5/36); CÂM. DEP. Deputados; Diário do Congresso Nacional; INF. Oscar Müller; LEITE, A. Páginas; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (3).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados