NASCIMENTO, ITURIVAL

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: NASCIMENTO, Iturival
Nome Completo: NASCIMENTO, ITURIVAL

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
NASCIMENTO, ITURIVAL

NASCIMENTO, Iturival

*dep. fed. GO 1975-1987; const. 1987-1988; dep. fed. GO 1988-1989.

 

Iturival Nascimento nasceu em Rio Verde (GO), no dia 29 de maio de 1935, filho de Rafael Arcanjo do Nascimento, deputado estadual de 1946 a 1952, e de Tília Jaime Nascimento. O irmão, Iron Jaime Nascimento, foi vereador e prefeito em Rio Verde e, posteriormente, deputado estadual.

Bacharelou-se em ciências jurídicas e sociais pela faculdade de direito da Universidade de Goiás.

Em 1958, representando os fazendeiros do sudoeste goiano, uma das regiões mais férteis do estado, elegeu-se vereador na cidade natal. Em novembro de 1966 conquistou um mandato estadual na legenda do Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Reeleito em 1970 e em 1974, nesta última legislatura presidiu a Comissão de Agricultura da Assembléia Legislativa.

No pleito de novembro de 1974 elegeu-se deputado federal. Titular das comissões de Transportes e de Desenvolvimento da Região Centro-Oeste, e suplente da Comissão de Agricultura e Política Rural, reelegeu-se em novembro de 1978.

Com a extinção do bipartidarismo, em novembro de 1979, e a conseqüente reorganização partidária, filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), sucessor do MDB.

Em setembro de 1980 foi o único integrante do partido que votou a favor da emenda Anísio de Sousa, decretando a prorrogação dos mandatos municipais. A seguir, para evitar a expulsão, desligou-se do PMDB e passou a exercer o mandato como deputado independente. Todavia, nas eleições de novembro de 1982 retomou a legenda e reelegeu-se.

Em 25 de abril de 1984, votou a favor da emenda Dante de Oliveira, que previa eleições diretas para presidente da República. Derrotada a proposição — faltaram 22 votos para que fosse levada à apreciação do Senado — no Colégio Eleitoral, reunido em 15 de janeiro de 1985, Iturival Nascimento apoiou o candidato oposicionista Tancredo Neves, eleito pela Aliança Democrática, uma união do PMDB com a dissidência do Partido Democrático Social (PDS) abrigada na Frente Liberal. Doente, Tancredo Neves não chegou a ser empossado, vindo a falecer em 21 de abril de 1985. Seu substituto foi o vice José Sarney, que já vinha exercendo o cargo interinamente desde 15 de março deste ano.

Candidato a deputado federal constituinte no pleito de novembro de 1986 não obteve sucesso, tornando-se primeiro suplente. Em julho de 1988, entretanto, substituiu o deputado Fernando Cunha, nomeado secretário de estado em Goiás. Deixou a Câmara em virtude do retorno do titular, em 1989.

Em maio de 1993 deixou o PMDB ao ser nomeado conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) de Goiás.

Faleceu no exercício do cargo em Goiânia no dia 3 de janeiro de 2000.

Era casado com Janete Freitas Nascimento, teve seis filhos, um dos quais, Iturival Freitas Nascimento, tornou-se vereador (1997-) em Rio Verde e vice-presidente da Câmara Municipal.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1975-1979); Globo (5/9/80); INF. ASS. BIOG.; Jornal do Brasil (6/9/80); NÉRI, S. 16; Popular (4/1/00); TRIB. SUP. ELEIT. Dados (8 e 9).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados