NEVES, PAULO BAETA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: NEVES, Paulo Baeta
Nome Completo: NEVES, PAULO BAETA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
NEVES, PAULO BAETA

NEVES, Paulo Baeta

*const. 1946; dep. fed. DF 1946-1951; pres. CNTC 1951-1955; dep. fed. GB 1964-1966.

 

Paulo Baeta Neves nasceu em Conselheiro Lafaiete (MG) no dia 2 de agosto de 1898, filho de José Francisco Baeta Neves e de Julieta Teixeira Baeta Neves.

Fez os estudos primários no Grupo Escolar Domingos Beliano e no Colégio São José, em Queluz (MG), cursando o secundário no Colégio Anglo-Brasileiro e no curso anexo à Faculdade de Direito do Rio de Janeiro, no então Distrito Federal, onde se formou em 1921.

Em 1927 começou a trabalhar no comércio, tornando-se diretor, em Belo Horizonte, da União dos Empregados do Comércio e do Sindicato de Vendedores e Viajantes e presidindo em 1932 a Federação dos Trabalhadores de Minas Gerais. Durante o Estado Novo (1937-1945), secretariou, de 1938 a 1942, a Federação das Uniões dos Vendedores e Viajantes Comerciários do Brasil. Em 1941 participou do Congresso dos Comerciários, realizado em São Paulo, e do II Congresso Pan-Americano de Viajantes e Vendedores Comerciários, tornando-se em 1944 membro do conselho de representantes da Federação dos Sindicatos dos Empregados do Comércio do Rio de Janeiro e suplente da 1ª Região de Justiça.

Com a desagregação do Estado Novo, participou em meados de 1945 da fundação do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), em cuja legenda foi eleito em dezembro desse ano deputado pelo Distrito Federal à Assembléia Nacional Constituinte. Empossado em fevereiro de 1946, foi indicado para a Comissão de Constituição, integrando a subcomissão encarregada do capítulo “Da ordem econômica e social”. Após a promulgação da nova Carta (18/9/1946), passou a exercer o mandato ordinário, integrando a Comissão Permanente de Legislação Social da Câmara.

No pleito de outubro de 1950 voltou a disputar um mandato federal, obtendo apenas uma suplência. Deixando a Câmara em janeiro de 1951, nesse mesmo ano foi eleito para a presidência da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio, cargo para o qual foi reeleito dois anos depois, no qual exerceria até 1955. No pleito de outubro de 1954 candidatou-se a uma cadeira na Câmara, pela legenda do PTB, não obtendo êxito. Integrou de 1957 a 1958 o Conselho Superior das Caixas Econômicas Federais, para onde voltaria em 1960. Em outubro de 1958 disputou novamente uma cadeira na Câmara, não obtendo sucesso.

Em outubro de 1962 voltou a concorrer à Câmara dos Deputados, agora pelo novo estado da Guanabara e na legenda da Aliança Social Trabalhista, coligação formada pelo PTB e o Partido Socialista Brasileiro (PSB), obtendo novamente apenas uma suplência. Após a vitória do movimento político-militar de 31 de março de 1964, que depôs o presidente João Goulart e cassou inúmeros mandatos, assumiu no mês seguinte uma cadeira na Câmara. Com a extinção dos partidos políticos por força do Ato Institucional nº 2 (27/10/1965) e a posterior instauração do bipartidarismo, filiou-se ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), partido de oposição ao regime militar instalado no país em abril de 1964.

Bacharel em ciências e letras, dedicou-se também ao magistério e dirigiu o Colégio Felisberto de Meneses.

Faleceu em pleno exercício do mandato, na cidade do Rio de Janeiro, em julho de 1966.

Era casado com Marina Sevilha Baeta Neves, com quem teve dois filhos.

 

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1946-1967); CÂM. DEP. Relação dos dep.; COUTINHO, A. Brasil; Diário do Congresso Nacional; Estado de S. Paulo (19/9/76); Grande encic. Delta; HIPÓLITO, L. Campanha; HIRSCHOWICZ, E. Contemporâneos; Jornal dos Trab. Comércio do Brasil (12/75); SILVA, G. Constituinte; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (1, 2 e 6).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados