Nicolas C. Accame

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: ACCAME, Nicolas
Nome Completo: Nicolas C. Accame

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

ACCAME, Nicolas

*militar e diplomata; emb. Argentina no Brasil 1945-1947.

 

Nicolas C. Accame nasceu em Buenos Aires no dia 14 de setembro de 1880, filho de Octavio Accame e Baldomera Elena Rodríguez Gaete.

Estudou no Colegio Militar de la Nación e na Escuela Superior de Guerra, sendo promovido a alferes em 1899. Terminou seus estudos em 1913.

Escolhido adido militar da embaixada argentina na Itália em 1923, representou o exército de seu país nesse mesmo ano, durante visita do presidente Agustín P. Justo ao Uruguai e ao Brasil. Deixou a Itália em 1924.

Desempenhou inúmeras e destacadas funções militares na Argentina: foi chefe do estado-maior da 5ª Divisão de Exército e comandante da 1ª e 3ª Divisões de Exército de 1930 a 1935. Neste ano, promovido a general-de-divisão, assumiu a chefia do Estado-Maior Geral do Exército, permanecendo no cargo até 1936. De 1937 a 1938 comandou a 6ª Divisão de Exército Motorizada e, nos três anos seguintes, presidiu o Conselho Supremo de Guerra e Marinha.

Embaixador em Portugal em 1940, retirou-se do serviço militar ativo em 1942. Em junho de 1945 foi nomeado embaixador no Brasil, posto no qual permaneceu até outubro de 1947. Nesse mesmo ano, foi delegado na Conferência de Chanceleres realizada no Rio de Janeiro e, em seguida, transferiu-se para Roma, onde ficou como embaixador argentino junto à Santa Sé até 1949.

Exerceu também atividades docentes no Colegio Militar de la Nación e na Escuela Superior de Guerra.

Faleceu em Buenos Aires no dia 9 de janeiro de 1964.

Era casado com Elvira Scherer.

Publicou Cannae y el modo de operar de San Martín (1921,1938), Nuestra caballería de ejército y la guerra moderna (1929),Una semblanza de San Martín (1934), El arte de la conducción, La nación y la guerra (1940), Napoleón (1942), Los grandes conductores: San Martín (1944), Diálogos de los dioses (1944), Temas histórico-estratégicos (1953) e La biblioteca del oficial (1956).

 

FONTES: CORRESP. EMB. ARGENTINA; HIRSCHOWICZ, E. Contemporâneos INF. BIOG.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados