NOVAIS, HENRIQUE DE

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: NOVAIS, Henrique de
Nome Completo: NOVAIS, HENRIQUE DE

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
NOVAIS, HENRIQUE DE

NOVAIS, Henrique de

*const. 1946; sen. ES 1946-1950.

 

Henrique de Novais nasceu em Cachoeiro do Itapemirim (ES) no dia 16 de agosto de 1884, filho de Manuel Leite Novais Melo e de Maria Sônia de Morais.

Formou-se engenheiro civil, ingressando no quadro de funcionários do Ministério da Educação e Saúde, hoje desmembrado em Ministério da Educação e Cultura e Ministério da Saúde. Em 1906 tornou-se membro da Comissão de Obras Novas do Abastecimento de Água de São Paulo. No ano seguinte passou a chefe de seção na Inspetoria de Obras Públicas, tendo colaborado no reforço do abastecimento de água da cidade do Rio de Janeiro, então Distrito Federal. Ainda em São Paulo, participou da revisão dos estudos da estrada de ferro Noroeste. Transferindo-se para o Rio de Janeiro, assumiu em 1910 a direção do escritório técnico da firma Sampaio Correia, onde projetou o prolongamento das linhas da Estrada de Ferro Central do Brasil.

Diretor dos Serviços Públicos de Água, Luz, Esgoto e Viação Elétrica de Vitória de 1913 a 1916, radicou-se no Espírito Santo. Ainda em maio de 1916 tornou-se prefeito de Vitória, exercendo a função até janeiro de 1920. Em seguida trabalhou no Nordeste e em 1925 foi nomeado chefe do Serviço de Águas do Rio de Janeiro. Ocupou o cargo até o ano seguinte, quando se transferiu para São Paulo na condição de diretor da Comissão de Obras Novas do Abastecimento de Água. Durante a década de 1930, desenvolveu atividades ligadas ao abastecimento de água em Minas Gerais e realizou trabalhos na África e na Europa, para onde viajou como consultor técnico da firma Dahne Conceição e Cia.

Em janeiro de 1945, no último período do Estado Novo (1937-1945), foi nomeado novamente para a prefeitura de Vitória. Findo o Estado Novo em outubro de 1945, deixou o cargo no mês seguinte. No pleito de dezembro desse ano elegeu-se, na legenda do Partido Social Democrático (PSD), senador pelo Espírito Santo, com mandato para participar dos trabalhos da Assembléia Nacional Constituinte. Foi empossado em fevereiro de 1946 e, após a promulgação da nova Carta (18/9/1946), passou a exercer o mandato ordinário. Durante a legislatura presidiu a comissão mista encarregada de examinar a situação econômica da Companhia Vale do Rio Doce e a Comissão de Viação e Obras Públicas do Senado.

Faleceu no dia 4 de abril de 1950, em pleno exercício do mandato.

Era casado com Eugênia Matoso de Novais.

Publicou estudos técnicos e relatórios.

 

 

FONTES: DERENZI, L. Biografia; Diário do Congresso Nacional; Grande encic. Delta; SENADO. Relação; SILVA, G. Constituinte; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (1).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados