OTAVIO CORREIA DE ARAUJO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: CORREIA, Otávio
Nome Completo: OTAVIO CORREIA DE ARAUJO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
CORREIA, OTÁVIO

CORREIA, Otávio

*gov. PE 1947-1948; dep. fed. PE 1951-1952 e 1954-1955; gov. PE 1958-1959.

 

Otávio Correia de Araújo nasceu em Cabaceiras (PB) no dia 27 de outubro de 1900, filho de Tranqüilino Correia de Araújo e de Severina Cavalcanti de Araújo.

Cursou o Ginásio Pernambucano e bacharelou-se pela Faculdade de Direito de Recife, em 1928.

Em 1930 foi nomeado prefeito de Vertente (PE).

Após o fim do Estado Novo (1937-1945), elegeu-se deputado constituinte estadual em Pernambuco, no pleito de janeiro de 1947, pela legenda do Partido Social Democrático (PSD). Presidiu a Assembléia pernambucana durante os trabalhos constituintes e, nessa condição, logo após a promulgação da nova Carta em julho de 1947, assumiu o governo de Pernambuco em substituição ao interventor Amaro Gomes Pedrosa. Transmitiu o cargo em fevereiro do ano seguinte a Alexandre José Barbosa Lima Sobrinho, que fora eleito governador em janeiro de 1947 e cuja posse foi retardada em conseqüência de recursos interpostos por seus adversários na Justiça Eleitoral. Reassumiu interinamente o governo pernambucano em junho de 1949.

No pleito de outubro de 1950 elegeu-se deputado federal por seu estado na legenda da Coligação Democrática Pernambucana, formada pela União Democrática Nacional (UDN), o Partido Republicano (PR), o Partido de Representação Popular (PRP), o Partido Democrata Cristão (PDC), o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e o Partido Libertador (PL). Iniciando o mandato em fevereiro do ano seguinte, licenciou-se de dezembro de 1952 a julho de 1954 para ocupar a Secretaria do Interior e Justiça de Pernambuco durante o governo de Etelvino Lins (1952-1954).

No pleito de outubro deste último ano elegeu-se deputado estadual em Pernambuco na legenda da Aliança Social Democrática, constituída pelo Partido Social Progressista (PSP) e o PL. Deixou a Câmara dos Deputados em janeiro de 1955, para assumir no mês seguinte o mandato no Legislativo pernambucano. Durante o governo do general Osvaldo Cordeiro de Faria em Pernambuco (1955-1958), assumiu interinamente o Executivo estadual em diversas ocasiões, na condição de presidente da Assembléia Legislativa. Em 1957 foi eleito pela Assembléia Legislativa, por votação indireta, para o cargo de vice-governador. Em novembro de 1958, Cordeiro de Farias deixou o governo e Otávio Correia o substituiu até janeiro do ano seguinte, quando transmitiu o cargo ao governador eleito, Cid Sampaio. Em outubro de 1958 reelegeu-se deputado estadual, na legenda do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), exercendo o mandato até o final da legislatura. Não logrou eleger-se pela terceira vez consecutiva no pleito de outubro de 1962, quando se lançou candidato pelo Partido Social Trabalhista (PST), obtendo apenas a terceira suplência.

Em 1963 começou a trabalhar como assessor jurídico do Ministério da Agricultura, nomeado pelo então ministro Osvaldo Lima Filho.

Com a cassação dos mandatos de alguns deputados, de acordo com o Ato Institucional nº 1 (AI-1), de abril de 1964, baixado pelos militares após a deposição do presidente João Goulart (31/3/1964), veio a assumir uma vaga na Assembléia Legislativa pernambucana. Em 1966, foi candidato a suplente de senador pela legenda do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), partido de oposição ao regime militar, mas não foi eleito.

Aposentou-se em 1970, quando ocupava o cargo de assessor jurídico do Ministério da Agricultura.

Faleceu no dia 24 de maio de 1993, em Recife.

Era casado com Maria Elizabeth Navais Correia de Araújo, com quem teve cinco filhos.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros (1946-1967); CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1951-1955); CÂM. DEP. Relação dos dep.; CISNEIROS, A. Parlamentares; CORRESP. GOV. EST. PE; Diário Oficial; Encic. Mirador; INF. FAM.; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (1, 2 e 3).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados