PERARO, ANSELMO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: PERARO, Anselmo
Nome Completo: PERARO, ANSELMO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
PERARO, ANSELMO

PERARO, Anselmo

*dep. fed. PR 1983-1987.

 

Anselmo Santo Peraro nasceu em Apucarana (PR) no dia 10 de novembro de 1944, filho de Orlando Peraro e de Maria Carmem Peraro.

Peraro é médico diplomado pela Faculdade Sul-Fluminense de Medicina (FUSF) da Universidade Severino Sombra (USS), estando inscrito sob o CRM de nº 4684. Além disso, disputou no pleito de novembro de 1982 uma vaga na Câmara dos Deputados na legenda do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). Foi empossado em fevereiro de 1983 e atuou nos trabalhos legislativos como membro da Comissão de Saúde.

Em 25 de abril de 1984, votou a favor da emenda Dante de Oliveira, que, apresentada na Câmara dos Deputados, propôs o restabelecimento das eleições diretas para presidente da República em novembro daquele ano (fruto das reivindicações civis pelas “diretas já”). Como a emenda não obteve o número de votos indispensáveis à sua aprovação — faltaram 22 para que o projeto pudesse ser encaminhado à apreciação pelo Senado —, na disputa à presidência da República ocorrida no Colégio Eleitoral, em 15 de janeiro de 1985, Anselmo Peraro votou em Tancredo Neves, candidato da Aliança Democrática — uma união do PMDB com a dissidência do Partido Democrático Social (PDS) abrigada na Frente Liberal — em oposição ao candidato do regime militar, Paulo Maluf, que acabou sendo derrotado. Apesar de eleito, Tancredo Neves não chegou a ser empossado na presidência, vindo a falecer em 21 de abril de 1985. Seu substituto foi o vice José Sarney, que já vinha exercendo interinamente o cargo desde 15 de março.

Em maio de 1986, Peraro transferiu-se do PMDB para o Partido Democrático Trabalhista (PDT), concorrendo à reeleição no pleito de novembro desse ano. Contudo, obteve apenas uma suplência. Deixou a Câmara dos Deputados em janeiro de 1987, no fim da legislatura. Não participou, portanto, da Assembleia Nacional Constituinte que se iniciou na legislatura seguinte.

Depois disso, retomou suas atividades de médico, limitando sua atuação política ao diretório municipal do PDT de Londrina (PR), cidade em que passou a residir. Paralelamente, tornou-se sócio da Peraro Construtora, nessa mesma cidade.

Ao longo de 2006, tentou retornar às atividades políticas articulando sua candidatura ao mandato de deputado federal pelo Partido Social-Liberal (PSL). Entretanto, devido à falta de apoio das lideranças do partido no Paraná, acabou renunciando ao direito de competir uma semana antes da eleição. Assim, embora constasse nas listas de votação divulgadas pelo Tribunal Regional Eleitoral no dia da eleição, terminou não recebendo nenhum voto no pleito.

 Casou-se com Dirce Sonni Peraro, com quem teve dois filhos.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1983-1987); Globo (26/4/84 e 16/6/85); INF. BIOG.; Portal CBN. Disponível em: <www.cbncuritiba.com.br/>.. Acesso em 14 dez. 09.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados