PETRONILO SANTA CRUZ DE OLIVEIRA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: SANTA CRUZ, Petronilo
Nome Completo: PETRONILO SANTA CRUZ DE OLIVEIRA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
SANTA CRUZ, Petronilo

SANTA CRUZ, Petronilo

*  dep. fed.  PE 1959-1963 e 1968.

 

Petronilo Santa Cruz de Oliveira nasceu em Recife no dia 5 de setembro de 1918, filho de Luís Rodolfo de Araújo e de Maria de Lurdes Santa Cruz de Araújo.

Bacharelou-se em engenharia agronômica em 1939, pela Escola Superior de Agricultura da Universidade Rural de Pernambuco.

Entre 1954 e 1957, foi membro do conse­lho consultivo do Banco do Nordeste.  Parale­lamente, exerceu o cargo de secretário da Agricultura, Indústria e Comércio de Pernam­buco, durante o governo de Osvaldo Cordei­ro de Farias (1955-1958).

Em outubro de 1958, foi eleito deputado federal por Pernambuco, na legenda da Fren­te Democrática Pernambucana, que reunia o Partido Social Democrático (PSD), o Partido Democrata Cristão (PDC), o Partido Rural Trabalhista (PRT), o Partido Social Trabalhis­ta (PST) e o Partido Liberal (PL).  Assumiu sua cadeira na Câmara dos Deputados em fe­vereiro de 1959 e foi membro da Comissão de Finanças.  Em outubro de 1962, tornou a candidatar-se a deputado federal na legenda da Frente Popular Democrática, composta pe­lo PSD e pela União Democrática Nacional (UDN), alcançando apenas a sétima suplência.  Encerrando seu primeiro mandato em janeiro de 1963, assumiu o cargo de diretor do Depar­tamento de Administração do gabinete do mi­nistro da Justiça do governo de João Goulart, Abelardo de Araújo Jurema (1963-1964). Nessa época foi também professor universitá­rio em Pernambuco.  Após o movimento poli­tico-militar de 31 de março de 1964, que depôs o presidente Goulart, deixou sua função no Ministério da Justiça.

Com a extinção dos partidos políticos pelo Ato Institucional nº. 2 (27/10/1965) e a posterior instauração do bipartidarismo, fili­ou-se ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), partido de oposição ao regime militar, e nessa legenda candidatou-se mais uma vez a deputado federal por Pernambu­co no pleito de novembro de 1966, alcançan­do a terceira suplência.  Nessa legislatura, ocupou uma cadeira na Câmara entre abril e novembro de 1968.  Em seguida, por pertencer ao corpo docente da Universidade  Federal Rural de Pernambuco (UFRPe), passou a ser representante desta instituição de ensino superior em Brasília. 

Membro do Conselho Diretor do Instituto Joaquim Nabuco de Pesquisas Sociais, vinculado ao Ministério da Educação, entre  junho de 1979 a maio de 1983, aposentou-se como professor-adjunto da UFRPe em setembro de 1982. Em maio de 1986 foi designado pelo então presidente José Sarney ao cargo de superintendente da Superintendência do Desenvolvimento da Pesca, autarquia vinculada ao Ministério da Agricultura.  Exerceu esta função até junho de 1986. Desde então, passou a dedicar-se a afazeres particulares.

Casou-se com Lígia Carvalho de Santa Cruz Oliveira, com quem teve cinco filhos.

 

FONTES:  CÂM.  DEP.  Deputados, CÂM.  DEP. Deputados brasileiros.  Repertório (1959-1963); CÂM. DEP.  Relação dos dep.; FLEISCHER, D. Thirty; INF. Petronilo Santa Cruz de Oliveira Filho; Sexta-feira; TRIB.  SUP.  ELE IT.  Dados (4, 6 e 8).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados