PINHEIRO, LEANDRO NASCIMENTO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: PINHEIRO, Leandro Nascimento
Nome Completo: PINHEIRO, LEANDRO NASCIMENTO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
PINHEIRO, LEANDRO NASCIMENTO

PINHEIRO, Leandro Nascimento

*religioso; const. 1934.

 

Leandro Nascimento Pinheiro nasceu na vila de Quatipuru, no atual município de Primavera (PA), no dia 23 de maio de 1893, filho de Antônio Germano do Nascimento e de Inês Pinheiro do Nascimento.

Realizou os estudos primários no Externato Professor Paixão, em Belém, ingressando em 1906 no Seminário Maior, da mesma cidade. Transferindo-se para Roma em 1916, cursou o colégio Pio Latino-Americano, ordenando-se sacerdote no mesmo ano.

Bacharel e licenciado em teologia pela Universidade Gregoriana em Roma, retornou ao Pará em 1917, tornando-se pároco de Castanhal. Foi vigário de sua cidade natal de 1918 a 1922, quando tornou-se coadjutor da catedral de Belém, onde permaneceria até 1924. Capelão da Ordem Terceira de São Francisco de 1923 a 1924, e da Capela do Sagrado Coração de Jesus de 1924 a 1930, foi também professor de filosofia do Seminário Maior, onde lecionou de 1924 a 1925. Em 1930 diplomou-se em agronomia pela Escola Superior de Agronomia e Medicina Veterinária do Pará.

Participou da Revolução de 1930, ao lado do revolucionário paraense Joaquim de Magalhães Barata, tendo sido preso por duas vezes. Com a vitória do movimento em 24 de outubro de 1930, foi nomeado secretário-geral da junta governativa do Pará, cargo que exerceu até novembro daquele ano, quando Magalhães Barata foi nomeado interventor. Foi então designado intendente municipal de Belém, e, com a modificação dos títulos dos administradores municipais, tornou-se o primeiro prefeito dessa capital.

Membro do Clube 3 de Outubro, organização criada em maio de 1931, congregando as correntes tenentistas partidárias da manutenção e do aprofundamento das reformas instituídas pela Revolução de 1930, em dezembro desse ano participou da fundação do Partido Liberal (PL) do Pará, sob a liderança de Magalhães Barata, integrando a comissão executiva inicial do partido. Em fevereiro de 1932 deixou a prefeitura de Belém, tendo sido, no mesmo ano, comissionado no posto de capitão da Força Pública do Pará, como capelão.

Médico veterinário, diplomado pela Escola Superior de Agronomia e Medicina Veterinária em 1933, elegeu-se em maio desse ano deputado à Assembléia Nacional Constituinte pelo Pará, na legenda do PL. Assumindo a cadeira de deputado em novembro, participou dos trabalhos constituintes e, com a promulgação da nova Carta (16/7/1934), teve seu mandato estendido até maio de 1935, quando deixou a Câmara dos Deputados.

Professor de fisiologia, anatomia e higiene veterinária nos cursos de monitores veterinários de Belém de 1935 a 1948, tornou-se diretor da Estação Sericícola de Belém em 1936, função que exerceria até 1939. Médico veterinário da Prefeitura de Belém de 1938 a 1939, participou, em 1940, do conselho técnico da Escola Veterinária do Pará. Foi também professor de higiene rural do curso prático de auxiliar de veterinária e diretor da Escola Agrotécnica Tito Franco. Lecionou ainda psicologia educacional no Instituto de Educação do Pará.

Foi membro da Sociedade de Agronomia e do Instituto Histórico e Geográfico do Pará.

Faleceu em Belém no dia 28 de fevereiro de 1963.

 

 

FONTES: ARQ. GETÚLIO VARGAS; ASSEMB. NAC. CONST. 1934. Anais (1); CÂM. DEP. Deputados; Câm. Dep. seus componentes; CRUZ, E. História do Pará; GODINHO, V. Constituintes; Grande encic. Delta; Personalidades; ROQUE, C. Grande.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados