RAFAEL FERREIRA RESENDE

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: RESENDE, Rafael
Nome Completo: RAFAEL FERREIRA RESENDE

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
RESENDE, RAFAEL

RESENDE, Rafael

*dep. fed. PR 1955-1956, 1957 e 1958-1967.

 

Rafael Ferreira Resende nasceu em Luminárias (MG) no dia 4 de maio de 1916, filho de José Batista Resende e de Diva Ferreira Resende.

Fez os estudos secundários no Instituto Gamon e se formou em 1934 engenheiro agrônomo pela Escola Superior de Agronomia de Lavras (MG).

Em 1940 transferiu-se para o Paraná, onde mais tarde iniciou sua vida política candidatando-se em outubro de 1954 a deputado federal na legenda do Partido Social Democrático (PSD). Obteve a primeira suplência e ocupou uma cadeira na Câmara dos Deputados de maio de 1955 a janeiro de 1956 e novamente em junho de 1957, mas dessa vez exerceu o mandato apenas dois dias, pois, logo em seguida, foi nomeado secretário de Agricultura do Paraná na gestão do governador Moisés Lupion (1955-1961). Permaneceu no cargo até agosto de 1958, retomando aos trabalhos legislativos ainda nesse mesmo mês.

Em outubro de 1958 foi eleito deputado federal pelo Paraná, sempre na legenda do PSD. Continuando na Câmara, em setembro de 1961, após a renúncia do presidente Jânio Quadros, votou a favor da Emenda Constitucional nº 4, que instituiu o regime parlamentarista como medida conciliatória para propiciar a posse do vice-presidente João Goulart, cujo nome fora vetado pelos ministros militares. Apoiou ainda a Emenda Constitucional nº 5, de novembro desse ano, que alterou a distribuição de renda tributária entre a União, os estados e os municípios, ampliando a participação desses últimos na partilha. Foi também favorável ao reatamento, efetivado no mesmo mês, das relações comerciais e diplomáticas com a União Soviética, rompidas desde 1947. Participando principalmente de órgãos técnicos da Câmara, defendeu os princípios de não-intervenção e de autodeterminação dos povos, o intervencionismo econômico e o monopólio estatal nos ramos básicos da economia. Foi contrário às propostas divorcistas e apoiou a reforma agrária cooperativista, com desapropriação de latifúndios e minifúndios, e a reforma eleitoral, com o fortalecimento dos partidos nacionais.

Reeleito em outubro de 1962, ainda na legenda do PSD, com a extinção dos partidos políticos pelo Ato Institucional nº 2 (27/10/1965) e a posterior instauração do bipartidarismo, filiou-se ao partido do governo a Aliança Renovadora Nacional (Arena). Nessa legenda candidatou-se à reeleição no pleito de novembro de 1966, mas obteve apenas uma suplência. Concluiu seu mandato em janeiro de 1967, não mais retomando à Câmara Federal.

Foi presidente por dois mandatos da Associação Rural de Londrina.

Faleceu no dia 28 de novembro de 1997.

Era casado com Ernestina Menicucci Resende, com quem teve sete filhos.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Relação dos dep.; CAMPOS, Q. Fichário; COUTINHO, A. Brasil; NICOLAS, M. Cem; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (4, 5, 6 e 8).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados