Reinaldo Pereira Pinto

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: BETÃO, Reinaldo
Nome Completo: Reinaldo Pereira Pinto

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

BETÃO, Reinaldo

*dep. fed. RJ 2003-2007

 

Reinaldo Pereira Pinto nasceu em Duque de Caxias (RJ) no dia 7 de fevereiro de 1959, filho de Gélcio Pereira Pinto e de Geni Pereira Pinto.

Cursou o antigo segundo grau técnico em contabilidade no Colégio Visconde de Mauá, em Magé (RJ).

Em 2001 filiou-se ao Partido Social Democrata Cristão (PSDC) e em 2002 presidiu o diretório do PSDC em Magé. Em outubro foi eleito deputado federal e em fevereiro de 2003 assumiu o mandato na Câmara. Nesse ano ingressou no Partido Liberal (PL) e integrou as comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio, de Direitos Humanos e Minorias, de Economia, Indústria, Comércio e Turismo, de Turismo e Desporto e de Viação e Transportes. Em 2004, teve seu nome citado em escutas telefônicas feitas pelo Ministério Público em trabalho conjunto com a Polícia Federal para investigar a chamada “máfia dos combustíveis”. Ainda em 2004, em outubro, concorreu à prefeitura de Magé, mas não foi eleito. Em março de 2006 foi escolhido vice-líder do PL.

Em maio de 2004 foi um dos acusados de participar de um esquema com empresas do grupo Planam para a venda a municípios de ambulâncias superfaturadas, adquiridas com dinheiro proveniente de emendas apresentadas por parlamentares que, em troca, receberiam comissão. O esquema foi revelado por uma operação da Polícia Federal e investigado pela Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Sanguessugas.  Na ocasião, negou qualquer tipo de envolvimento com a “máfia das sanguessugas” e disse que jamais recebera ou aceitara promessa de “comissão” para destinar emendas parlamentares para a saúde ou qualquer outra área.

Em levantamento feito pela Agência Brasil, o pleito desse ano foi disputado por pelo menos 58 dos 86 parlamentares acusados de participar do esquema com a Planam. Seu nome figurou entre os parlamentares que tiveram sua candidatura indeferida. Deixou assim a Câmara dos Deputados em janeiro de 2007, ao final da legislatura. Ainda em 2007, assumiu a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do município de Duque de Caxias, na prefeitura de Washington Reis (2005-2009).

No ano de 2009, migrou para o Partido da República, pelo qual no ano seguinte candidatou-se a deputado estadual, mas não logrou êxito.

 

Sabrina Guerghe

 


FONTES: Câmara dos Deputados; Correio Braziliense (09/07/2006); Portal Agência Brasil (21/08/2006, 25/08/2006, 17/10/2006); Disponível em: <http://agenciabrasil.ebc.com.br>; Acesso em 11/10/2009; Portal EBC Notícias. Disponível em: <http://www.ebc.com.br>. Acesso em 11/10/2009; Portal do Jornal Folha de S. Paulo (02/10/2006). Disponível em: <http://www.folha.uol.com.br>. Acesso em 11/10/2009; Portal do Jornal O Dia (29/07/2006). Disponível em: <http://odia.ig.com.br>. Acesso em 11/10/2009; Portal da Prefeitura de Duque de Caxias (17/05/2007). Disponível em: <http://www.duquedecaxias.rj.gov.br/portal>. Acesso em 11/10/2009; Portal do TSE. Disponível em <http://www.tse.jus.br>. Acesso em 11/06/2013.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados