RUBENS FERREIRA MARTINS

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MARTINS, Ferreira (2)
Nome Completo: RUBENS FERREIRA MARTINS

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MARTINS, FERREIRA (2)

MARTINS, Ferreira (2)

*dep. fed. SP 1951-1962.

 

Rubens Ferreira Martins nasceu em Santos (SP) no dia 13 de outubro de 1916, filho de Hermínio Ferreira Martins e de Clarice Ferreira Martins.

Fez os primeiros estudos em sua cidade natal e cursou o secundário no Ginásio São Bento, na capital paulista, concluindo-o em 1933 no Ginásio Luso-Brasileiro, em Santos. Iniciou aí suas atividades profissionais no comércio cafeeiro e, projetando-se como especialista, tornou-se corretor oficial de café.

Com a desagregação do Estado Novo em 1945, colaborou para a fundação, em sua cidade, do Partido Republicano Progressista (PRP), que, no ano seguinte, se transformou no Partido Social Progressista (PSP), liderado por Ademar de Barros. Durante o governo deste último em São Paulo (1947-1951), foi nomeado, em abril de 1947, prefeito de Santos. Exerceu essa função até fins de 1948, dirigindo durante seis meses do ano de 1949 as carteiras agrícola e comercial do Banco do Estado de São Paulo. Ainda nesse ano reassumiu a prefeitura de Santos, onde permaneceu até 1950. Em sua gestão construiu a rodovia intermunicipal que ligou Santos a São Vicente (SP), realizando ainda o alargamento da via Anchieta, na entrada da cidade.

No pleito de outubro de 1950 elegeu-se deputado federal por São Paulo na legenda do PSP, assumindo o mandato em fevereiro do ano seguinte. Nessa legislatura, integrou as comissões de Transportes, Obras e Comunicações, de Economia, de Finanças e de Segurança Nacional. Reeleito em outubro de 1954, voltou a participar da Comissão de Segurança Nacional e integrou a comissão especial nomeada para estudar a crise do café. Reelegeu-se mais uma vez em outubro de 1958 na legenda da coligação entre o PSP, o Partido Social Democrático (PSD) e o Partido Social Trabalhista (PST). Dentre os projetos de sua autoria convertidos em lei, destacou-se o que resolveu o problema de saneamento da Baixada Santista através do aproveitamento de terrenos alagadiços pertencentes à Marinha. Foi também de sua autoria o projeto de utilização dos fundos de reserva das companhias de seguros e capitalização no incremento da indústria nacional. Reelegeu-se novamente em outubro de 1962 na legenda da coligação entre o PSP e o PSD.

Faleceu no dia 5 de novembro de 1962, em pleno exercício do mandato.

Era casado com Regina Estela Ferreira Martins, com quem teve três filhos.

 

 

FONTES: CÂM. DEP. Anais (1961 e 1962); CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Relação dos dep.; CÂM. DEP. Relação nominal dos senhores; CISNEIROS, A. Parlamentares; COUTINHO, A. Brasil; Eleitos; LEITE, A. História; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (4 e 6).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados