SALOMAO DO NASCIMENTO REHEM

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: REHEM, Salomão
Nome Completo: SALOMAO DO NASCIMENTO REHEM

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
REHEM, SALOMÃO

REHEM, Salomão

*dep. fed. BA 1961 e 1962.

 

Salomão do Nascimento Rehem nasceu em Euclides da Cunha (BA) no dia 7 de janeiro de 1907, filho de Joaquim Nascimento Rehem e Constança Dantas Rehem. Seu primo, Antônio Olímpio Rehem da Silva, foi prefeito de Itabuna (BA).

Ingressando na Polícia Militar da Bahia como recruta, em 1928 foi promovido a sargento. Dois anos depois, tornou-se oficial da corporação. Em 1931, foi transferido para o 2º Batalhão, sediado em Ilhéus, onde tornou-se comandante do 2º Pelotão. Em dezembro tornou-se delegado de polícia de Itabuna. Em 1932 tornou-se delegado especial em Ilhéus. Em 1940 foi promovido ao posto de capitão. Cinco anos depois, em 1945, tornou-se major e, em 1947, foi nomeado chefe da Guarda Civil em Salvador.

No pleito de outubro de 1950, candidatou-se a deputado estadual na legenda do Partido Republicano (PR). Eleito, exerceu o mandato de fevereiro de 1951 a janeiro de 1955. Reeleito em outubro de 1954, cumpriu seu segundo mandato na Assembléia Legislativa baiana entre 1955 e 1959. Ainda em 1955, foi promovido a tenente-coronel.

No pleito de outubro de 1958, tentou uma vaga na Câmara dos Deputados, sempre na legenda do PR, mas obteve apenas a segunda suplência. Em 1960, foi para a reserva no posto de coronel da Polícia Militar.

Exerceu o mandato de deputado federal pela Bahia de outubro a dezembro de 1961 e de maio a dezembro de 1962. Na eleição seguinte, realizada em outubro de 1962, elegeu-se quinto suplente de deputado federal na legenda da Aliança Trabalhista, composta pelo PR, pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e pelo Partido de Representação Popular (PRP).

Entre 1965 e 1970, foi diretor do Instituto do Cacau.

Funcionário da polícia baiana e produtor rural na Bahia, foi delegado regional em Ilhéus e no sul do estado e comandante da polícia baiana, além de chefe da Casa Civil. Foi ainda membro da Cooperativa Central dos Cacauicultores de Ilhéus e do Conselho Nacional dos Produtores de Cacau (CNPC).

Faleceu em Ilhéus no dia 3 de março de 1991.

Era casado com Idalzina Kruschewsky Rehem, com quem teve nove filhos. Seu sogro, José Kruschewsky, foi prefeito de Itabuna.

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1946-1967); CÂM. DEP. Súmulas; INF. Vera Lúcia Kruschewsky Rehem; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (4 e 6).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados