VARELA, JOSE AUGUSTO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: VARELA, José Augusto
Nome Completo: VARELA, JOSE AUGUSTO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
VARELA, JOSÉ AUGUSTO

VARELA, José Augusto

*const. 1946; dep. fed. RN 1946-1947; gov. RN 1947-1951.

 

José Augusto Varela nasceu em Ceará-Mirim (RN) no dia 28 de novembro de 1896, filho de João da Fonseca Varela e de Inácia Cândida Varela.

Cursou o primário em sua cidade natal e o secundário no Colégio Diocesano, na cidade de Paraíba, atual João Pessoa. Ingressou posteriormente na Faculdade de Medicina da Bahia, pela qual se formou em dezembro de 1922.

Em seguida exerceu a clínica médica em Natal até 1930, quando foi eleito deputado à Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte. Contudo, não chegou a exercer o mandato devido à Revolução de Outubro de 1930, pois, com a vitória do movimento, os órgãos legislativos do país foram suprimidos. Transferindo-se para Macau (RN), aí exerceria sua profissão até 1943 trabalhando como inspetor sanitário em companhias de navegação. Ainda como médico, integraria o Conselho Penitenciário de Natal de 1933 a 1943.

No pleito de outubro de 1934 elegeu-se deputado à Assembléia Constituinte do Rio Grande do Norte na legenda do Partido Popular (PP). Participou dos trabalhos constituintes e assinou a Constituição estadual em fevereiro de 1936. Exerceu o mandato até novembro de 1937 quando, com a instauração do Estado Novo, os órgãos legislativos do país foram mais uma vez suprimidos.

Em 1942 passou a dirigir o Hospício de Alienados de Natal. Em julho do ano seguinte tornou-se prefeito de Natal, cargo que ocupou até 6 de novembro de 1945, poucos dias após a queda de Getúlio Vargas e o fim do Estado Novo (29/10/1945).

Em dezembro de 1945 elegeu-se deputado à Assembléia Nacional Constituinte na legenda do Partido Social Democrático (PSD). Participou dos trabalhos constituintes e, após a promulgação da nova Carta (18/9/1946), passou a exercer o mandato ordinário. Em julho de 1947, todavia, deixou a Câmara Federal para assumir o governo do estado do Rio Grande do Norte, cargo para o qual fora eleito em janeiro daquele ano em substituição ao general Orestes da Rocha Lima. Enquanto governador, entre outras realizações, criou o Departamento de Assistência aos Municípios e a nova divisão territorial e judiciária do estado, em dezembro de 1948, bem como a Faculdade de Direito em agosto de 1949. Em janeiro de 1951 transmitiu o governo a Jerônimo Dix-Sept Rosado Maia.

Em outubro de 1954 concorreu ao Senado na legenda do Partido Democrata Cristão (PDC), sendo derrotado por Dinarte Mariz e por Georgino Avelino. Em outubro de 1955 elegeu-se vice-governador do Rio Grande do Norte na chapa do PSD, encabeçada por Dinarte Mariz, e foi empossado em janeiro do ano seguinte, permanecendo no cargo até janeiro de 1961. Ao longo desse período, candidatou-se a uma vaga no Senado pelo PSD nas eleições de outubro de 1958, mas não obteve êxito.

Foi também médico do Isolamento de Tuberculosos, do Leprosário e do Instituto da Criança, professor da Escola de Farmácia, além de colaborador em diversos jornais. Associou-se ao Sindicato dos Médicos, à Sociedade Brasileira de Microbiologia e à Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio Grande do Norte.

Faleceu em Natal no dia 14 de junho de 1976.

Era casado com Maria da Conceição Varela, com quem teve quatro filhos.

Publicou Câncer e fibromas uterinos (tese).

 

 

FONTES: CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1946-1967); CÂM. DEP. Relação dos dep.; CASCUDO, L. História; CASCUDO, L. História da Assembléia; COUTINHO, A. Brasil; Grande encic. Delta; HIRSCHOWICZ, E. Contemporâneos; Jornal do Brasil (15/6/76); SILVA, G. Constituinte; SILVA, R. Bacharéis; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (3 e 7).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados