CRUZADA BRASILEIRA DE CIVISMO (CBC)

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: CRUZADA BRASILEIRA DE CIVISMO (CBC)
Nome Completo: CRUZADA BRASILEIRA DE CIVISMO (CBC)

Tipo: TEMATICO


Texto Completo:
CRUZADA BRASILEIRA DE CIVISMO (CBC)

CRUZADA BRASILEIRA DE CIVISMO (CBC)

 

Organização fundada em 14 de agosto de 1945 no Rio de Janeiro, então Distrito Federal, com o objetivo de promover o culto à pátria, aos símbolos e aos heróis nacionais, e de incentivar “a defesa da nacionalidade contra quaisquer idéias ou princípios contrários à nossa formação e às nossas tradições”.

A diretoria da cruzada era constituída, em sua imensa maioria, por militares das três forças armadas. A presidência foi ocupada pelo capitão-de-fragata João B. de Medeiros, que teve como primeiro vice-presidente o major-aviador Osvaldo Pamplona, como segundo vice-presidente o professor Alfredo Baltazar da Silveira e como secretário-geral o major de artilharia H. Teixeira Campos.

Desde o seu lançamento oficial, em solenidade realizada no Teatro Fênix, a CBC foi alvo de ataques do jornal comunista Tribuna Popular, que a acusava de ser “a última camuflagem dos integralistas”. Denunciando a semelhança entre os estatutos da cruzada e da Ação Integralista Brasileira (AIB), fechada em dezembro de 1937, a Tribuna Popular moveu uma intensa campanha contra o que chamou de “rearticulação do Sigma”. Em sua edição de 18 de agosto de 1945, o jornal noticiou que o major Rubens Massena, diretor do departamento de propaganda da CBC, pedira demissão do cargo ao se certificar de que a cruzada “era a revivescência de uma ala, pelo menos, da Ação Integralista”. Ainda em agosto, a Tribuna publicou um manifesto assinado por várias pessoas, solicitando ao presidente Getúlio Vargas o fechamento da organização.

 

 

FONTES: Diário de Notícias, Rio (19/8/45); Tribuna Popular (15 e 18/8/45).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados