JUVENTUDE AGRARIA CATOLICA (JAC)

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: JUVENTUDE AGRÁRIA CATÓLICA (JAC)
Nome Completo: JUVENTUDE AGRARIA CATOLICA (JAC)

Tipo: TEMATICO


Texto Completo:
JUVENTUDE AGRÁRIA CATÓLICA (JAC)

JUVENTUDE AGRÁRIA CATÓLICA (JAC)

 

Associação civil católica reconhecida nacionalmente pela hierarquia eclesiástica em julho de 1950 como setor especializado da Ação Católica Brasileira (ACB). Tinha por objetivo difundir os ensinamentos da Igreja nas zonas rurais. Desapareceu a partir da crise da ACB, iniciada em 1966.

No ano de 1950, a ACB instituiu novos critérios de organização do laicato através da adoção dos modelos francês, belga e canadense, que se distinguiam do modelo italiano até então empregado. O novo modelo incentivava a formação de grupos representativos de diferentes meios sociais, entre os quais o meio rural.

Restrita a algumas dioceses, a JAC teve uma atuação intensa em algumas áreas, mas pouco expressiva em nível nacional. Mesmo nos primeiros anos da década de 1960, quando a Juventude Universitária Católica (JUC) e a Juventude Estudantil Católica (JEC) se empenharam em transformar o papel da Igreja no interior da sociedade brasileira, a JAC manteve-se discreta.

Com a repressão desencadeada pelo movimento político-militar de março de 1964, a JUC e a JEC foram bastante perseguidas. Suas tarefas foram então levadas adiante pela JAC, pela Juventude Operária Católica (JOC) e pela Ação Católica Operária (ACO). Do momento em que aumentou seu compromisso social e político, os militantes da JAC passaram igualmente a sofrer perseguições.

Reunidos no mês de julho de 1966, os membros da JAC manifestaram-se como já havia feito a ACO — contra a precariedade das condições de vida do trabalhador nordestino. Alguns bispos da região Nordeste emitiram uma declaração moderada de apoio à JAC e à ACO, solidarizando-se com os trabalhadores.

Entretanto, a nova orientação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil em relação aos movimentos leigos da Igreja provocou a partir de 1966 o esvaziamento da ACB e de seus ramos especializados. Assim como a JEC, a JUC e a Juventude Independente Católica (JIC), a JAC entrou em processo de dissolução.

A JAC era filiada ao Movimento Internacional da Juventude Agrária Católica, sediada em Louvain, na Bélgica.

Mônica Kornis

 

 

FONTES: SCHMITER, P. Interest; Veja (19/11/69).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados