LIGA ELEITORAL CATOLICA DO CEARA (LEC)

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: LIGA ELEITORAL CATÓLICA DO CEARÁ (LEC)
Nome Completo: LIGA ELEITORAL CATOLICA DO CEARA (LEC)

Tipo: TEMATICO


Texto Completo:
LIGA ELEITORAL CATÓLICA DO CEARÁ (LEC)

LIGA ELEITORAL CATÓLICA DO CEARÁ (LEC)

 

Partido político cearense criado em 1932.

A Liga Eleitoral Católica era uma organização política de âmbito nacional, fundada em 1932 por iniciativa do cardeal Leme. Apenas no Ceará transformou-se em partido político. Em escala nacional, a LEC visava aglutinar forças políticas em torno da doutrina social da Igreja, apoiando os partidos e os candidatos que concordassem com seu programa mínimo. Seu secretário-geral, Alceu Amoroso Lima, elaborou um programa composto de medidas que a Igreja desejava ver incluídas na Constituição de 1934.

No Ceará, a LEC passou a representar os interesses dos grupos locais que até 1930 haviam detido parte do poder político, e desde então ofereciam resistência às interventorias tenentistas. A partir das eleições para a Assembléia Nacional Constituinte de 1933, a LEC e o Partido Social Democrático (PSD) afirmaram-se como as principais forças políticas em oposição no estado.

Para a Assembléia Constituinte, a LEC elegeu todos os seus candidatos. Eram eles Luís Cavalcanti Sucupira, Leão Sampaio, Jeová Mota, José Antônio de Figueiredo Rodrigues, Antônio Xavier de Oliveira e Valdemar Falcão. Esta vitória, aliada às perspectivas favoráveis para a LEC nas eleições seguintes, levou o interventor Roberto Carneiro de Mendonça a se demitir do cargo em setembro de 1934, por não desejar lançar mão do poder para proteger o PSD.

De fato, nas eleições de outubro de 1934 a LEC elegeu também um maior número de deputados estaduais e federais do que o PSD. Entre os deputados federais eleitos sob sua legenda figuravam Antônio Xavier de Oliveira, José Antônio de Figueiredo Rodrigues e Jeová Mota.

Nas eleições para governador constitucional do estado a serem realizadas, pela Assembléia, a LEC apresentou como candidato Francisco de Meneses Pimentel. A ele se opunha o candidato do Partido Socialista Cearense, o interventor Filipe Moreira Lima. Contando com a maioria, a LEC conseguiu eleger seu candidato ao governo, além do senador Valdemar Cromwell do Rego Falcão. O interventor Filipe Moreira Lima recusou-se contudo a aceitar a derrota, só o fazendo diante da intervenção do governo federal.

 

 

FONTES: CARONE; E. República nova; LIGA ELEITORAL CATÓLICA. Programa; República (27/11 e 6/12/32 e 24/2/33).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados