MARMITEIROS

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MARMITEIROS
Nome Completo: MARMITEIROS

Tipo: TEMATICO


Texto Completo:
MARMITEIROS

MARMITEIROS

 

Expressão utilizada na campanha eleitoral de 1945 — a partir de uma interpretação de um discurso do major-brigadeiro Eduardo Gomes, candidato da União Democrática Nacional (UDN) à presidência da República — para designar os partidários de Getúlio Vargas. O candidato getulista era o general Eurico Dutra, apoiado pelo Partido Social Democrático (PSD) e o Partido Trabalhista Brasileiro (FTB).

Um mês antes das eleições, ou seja, no início de novembro de 1945, a vitória de Eduardo Gomes sobre Eurico Dutra parecia praticamente certa. Os adeptos da candidatura Dutra decidiram então desencadear uma grande campanha que permitisse inverter a situação.

No dia 19 de novembro, em discurso proferido no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, Eduardo Gomes atacou Vargas e seu período de governo ditatorial, afirmando que não necessitava dos votos “desta malta de desocupados que apóia o ditador” para se eleger presidente. Após ouvir o discurso, o getulista Hugo Borghi, segundo seu próprio depoimento, foi ao dicionário verificar os significados da palavra “malta”. Aí, além do sentido mais conhecido de “bando, súcia”, encontrou o sentido de “grupo de operários que percorrem as linhas férreas levando suas marmitas, marmiteiros”. Considerando esta última expressão excelente, Borghi passou a declarar através das estações de rádio e de jornais como O Radical que o candidato udenista não precisava dos votos dos marmiteiros, dos que trabalham, dos que lutam pela vida, pois contava com o apoio dos ricos, dos grã-finos, dos privilegiados. Estendendo-se em sua campanha, Borghi afirmava igualmente que Eduardo Gomes era contra os negros, os protestantes e espíritas, as mulheres que exerciam atividades profissionais etc.

Segundo alguns analistas políticos, essa campanha teria sido finalmente responsável pela derrota de Eduardo Gomes.

Alzira Alves de Abreu

 

 

FONTES: ENTREV. BORGHI, H.; FRANCO, V. Campanha; GOMES, E. Campanha.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados