PARTIDO PROGRESSISTA DEMOCRATICO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: PARTIDO PROGRESSISTA DEMOCRÁTICO
Nome Completo: PARTIDO PROGRESSISTA DEMOCRATICO

Tipo: TEMATICO


Texto Completo:
PARTIDO PROGRESSISTA DEMOCRÁTICO

PARTIDO PROGRESSISTA DEMOCRÁTICO

 

Partido político mineiro fundado em 17 de maio de 1937, em Juiz de Fora, por Antônio Carlos Ribeiro de Andrada, para apoiar a candidatura de Armando de Sales Oliveira à presidência da República. Foi extinto junto com os demais partidos do país pelo Decreto nº 37, de 2 de dezembro do mesmo ano.

Derrotado por Pedro Aleixo por 152 votos contra 131 nas eleições para a presidência da Câmara Federal realizadas em maio de 1937, Antônio Carlos começou a perder sua posição tanto junto ao governo federal como junto ao governo de seu estado. Minas Gerais era governada por Benedito Valadares, membro do Partido Progressista Mineiro, do qual Antônio Carlos era presidente.

Com o objetivo de alijar Antônio Carlos do poder, Valadares entrou em acordo com dissidentes do Partido Republicano Mineiro para a fundação de um novo partido situacionista. Essa agremiação, o Partido Nacionalista de Minas Gerais, seria de fato fundada no mês de junho com a principal finalidade de apoiar a candidatura oficial de José Américo de Almeida à presidência da República.

Comprometido com a candidatura de Armando Sales, Antônio Carlos fundou por sua vez o Partido Progressista Democrático. Durante um banquete realizado no Palace Hotel de Juiz de Fora, Dario de Almeida Magalhães leu o manifesto da nova agremiação, que censurava o desvirtuamento da Revolução de 1930, enfatizava o papel de Antônio Carlos na campanha da Aliança Liberal e anunciava o propósito de sustentar a candidatura armandista em Minas.

A comissão executiva do Partido Progressista Democrático era integrada por Abílio Machado, José Bernardino, Péricles Mendonça, José Resende Tostes, Pedro Dutra, Filipe Balbi, João Penido, Olavo Bilac Pinto, Dario de Almeida Magalhães, José Bonifácio Filho, Casimiro Vilela e Fábio Andrada, filho de Antônio Carlos. Até ser dissolvida, no mês de dezembro, a agremiação dedicou-se à campanha de Armando Sales.

 

 

FONTES: Diário de Noticias, Rio (5 e 15/5/37); SILVA, H. 1937.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados