Henrique Teixeira Lott

Entrevista

Henrique Teixeira Lott

Entrevista realizada no contexto da pesquisa "Trajetória e desempenho das elites políticas brasileiras", parte integrante do projeto institucional do Programa de História Oral do CPDOC, em vigência desde sua criação, em 1975. A escolha do entrevistado se justificou por sua trajetória no Exército brasileiro.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.

Tipo de entrevista: História de vida
Entrevistador(es):
Ignez Cordeiro de Farias
Paulo César Farah
Data: 20/10/1978 a 21/11/1978
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 7h55min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Henrique Batista Duffles Teixeira Lott
Nascimento: 16/11/1894; Sítio; MG; Brasil;

Falecimento: 19/5/1984; Rio de Janeiro; RJ; Brasil;

Formação: Escola Militar de Realengo; Escola de Estado-Maior do Exército; Escola Superior de Guerra de Paris.
Atividade: Militar; Ministro da Guerra (1954-1960); candidato à presidência da República (1960).

Equipe

Levantamento de dados: Ignez Cordeiro de Farias;Paulo César Farah;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Ignez Cordeiro de Farias;Paulo César Farah;

Conferência da transcrição: Ignez Cordeiro de Farias;

Copidesque: Paulo César Farah;

Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;

Sumário: Ignez Cordeiro de Farias;

Temas

Anistia política;
Carlos Lacerda;
Comunismo;
Contestado (1912-1916);
Crise de 1954;
Eleições presidenciais;
Estado Novo (1937-1945);
Exército;
Governo Juscelino Kubitschek (1956-1961);
Henrique Teixeira Lott;
Integralismo;
João Goulart;
Juarez Távora;
Juscelino Kubitschek;
Militares;
Militares e estado;
Missão Militar Francesa (1920);
Política;
Política nacional;
Primeira Guerra Mundial (1914-1918);
Revolta comunista (1935);
Revolta de Aragarças (1959);
Revolta de Jacareacanga (1956);
Revolução de 1930;
Segunda Guerra Mundial (1939-1945);

Sumário

1ª Entrevista: local de nascimento; Colégio Militar; influência da família na escolha da carreira; família; formação; a profissão militar; diferenças regionais e econômicas no Brasil; Escola Militar do Realengo; Escola Militar da Praia Vermelha e a Revolta de 1904; Marechal Hermes; militares candidatos à presidência da República; os presidentes militares; problemas brasileiros............................1 a 22

2ª Entrevista: Escola Militar do Realengo; aspirante no 56º Batalhão de Caçadores, na praia Vermelha; voluntariado no Exército; o Contestado; general Setembrino de Carvalho; a profissão militar; a política e o Exército; a Escola Militar na Revolução de 30; Revolta de 1922; no Serviço Geográfico Militar; Missão Militar Francesa; os jovens turcos; armas e munições no Exército............................................22 a 47

3ª Entrevista: Revolução de 30 e a Escola Militar do Realengo; comportamento militar do entrevistado; eleições de 1955 e de 1930; conseqüências da Revolução de 30; promoções para o Exército, Estado-Maior do Exército e o Ministério da Guerra; Missão Militar Francesa; general Góis Monteiro; forças públicas estaduais..............................................................................................................47 a 70

4ª Entrevista: professor da Escola de Estado-Maior (1934); no comando do 18º Batalhão de Caçadores (35); o coronel Newton Cavalcanti e a crise política em Mato Grosso; subdiretor de ensino da Escola de Infantaria na Vila Militar do Rio de Janeiro; infiltração comunista no Exército em 1935; os sargentos do Exército; Exército e política; Prestes e os ideais revolucionários; comunismo e integralismo no meio militar; promoções; na subcomissão de compra de armas automáticas (Copenhague, 1936); indústria de armas e munições no Brasil; indústria e segurança nacional; na Escola Superior de Guerra de Paris (1937-39); a Alemanha e o Exército brasileiro; a Segunda Guerra Mundial e suas repercussões no Brasil; organização do corpo expedicionário brasileiro; o Estado Novo; o militar e o governo constituído; general Dutra; o Brasil e a Segunda Guerra Mundial; na Itália durante a guerra.......................70 a 107

5ª Entrevista: consultado sobre o golpe em 1945; promoções; na comissão de promoções do Exército; tentativa de impedir a posse de Vargas (50); o Clube Militar; monopólio estatal do petróleo; tentativa de envio de tropas brasileiras à Coréia; crises políticas de agosto de 1954 e de novembro de 1955; no Ministério da Guerra, no governo Café Filho; Carlos Lacerda; João Goulart; discurso de Mamede no enterro do general Canrobert; Movimento MIlitar Constitucionalista.............................................107 a 141

6ª Entrevista: ministro da Guerra no governo Juscelino; conspirações na Aeronáutica; Juscelino Kubitschek; promoções nas forças armadas; o voluntariado e o serviço militar obrigatório; a espada de ouro; voto do analfabeto e eleições; cédula única; eleições presidenciais de 1955; política e políticos no Brasil; Clube Militar; Juarez Távora; a Frente de Novembro e o Clube da Lanterna; contatos tentando induzir o entrevistado a agir contra o governo Jango; candidatura à presidência da República e a campanha eleitoral; Juscelino e a candidatura Lott; a prisão do neto...........................................141 a 181

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados