Maria Helena Chaves Carreiras

Entrevista

Maria Helena Chaves Carreiras

Entrevista realizada no contexto do projeto “Cientistas sociais de países de Língua Portuguesa: histórias de vida”, com financiamento do Programa de Cooperação em matéria de Ciências Sociais para os países da comunidade de Língua Portuguesa (Programa Ciências Sociais CPLP) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Vídeo, com consulta no portal. Clique aqui para acessar o vídeo.

Tipo de entrevista: História de vida
Entrevistador(es):
Helena Maria Bousquet Bomeny
Karina Kuschnir
Data: 7/4/2011
Local(ais):
Lisboa ; PT ; Portugal

Duração: 1h58min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Maria Helena Chaves Carreiras
Nascimento: 26/9/1965; --; --; Portugal;

Formação: Doutoramento em ‘Ciências Sociais e Políticas’ pelo Instituto Universitário Europeu (Florença), 2004; Mestrado em Sociologia pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE), em Lisboa, 1994; Licenciatura em Sociologia pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE), em Lisboa, 1987.
Atividade: Professora Auxiliar do Departamento de Sociologia do ISCTE. Investigadora no Centro de Investigação e Estudos de Sociologia, do ISCTE(CIES/ISCTE) e coordenadora da linha de investigação ‘Política e cidadania: instituições, culturas e comportamentos’. Membro da Comissão Científica do Departamento de Sociologia do ISCTE.Directora da licenciatura em Ciência Política do Departamento de Sociologia do ISCTE.Coordenadora da Pós Graduação em Comunicação e Gestão de Crises no Departamento de Sociologia do ISCTE Coordenadora departamental do Programa Erasmus/Sócrates no ISCTE. 2004/… Professora Auxiliar, ISCTE.1999 (Agosto/Dezembro) Visiting Scholar no departamento de Women’s Studies da Universidade da Califórnia em Berkeley.1997/02 Investigadora no Instituto Universitário Europeu em Florença. 1994/04 Assistente, ISCTE.1989/94 Assistente Estagiária, ISCTE.

Equipe


Transcrição: Maria Izabel Cruz Bitar;

Conferência da transcrição: Carlos Subuhana ;

Técnico Gravação: Arbel Griner; Bernardo de Paola Bortolotti Faria;

Sumário: Ninna Carneiro;

Temas

Antropologia;
Brasil;
Carreira acadêmica;
Casamento;
Ciência política;
Ciências Sociais;
Congressos e conferências;
Família;
Forças Armadas;
Gênero;
Infância;
Instituições militares;
Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa ;
Intercâmbio cultural;
Itália;
Mercado de trabalho;
Metodologia de pesquisa;
Militares;
Participação política;
Pesquisa científica e tecnológica;
Política;
Portugal;
Revolução dos Cravos (1974);
Rotary Clube;
Sociologia;
Universidade da Califórnia;

Sumário

Entrevista: 7 de abril 2011

Origens; a primeira infância em Alpalhão e a mudança para Tomar; as origens familiares; a trajetória acadêmica das irmãs; engajamento político durante a adolescência; o incentivo ao estudo por parte dos pais; o envolvimento com os rotarianos; o interesse pelos conflitos de poder despertado pela Revolução de 25 de Abril; leituras marcantes na época; a graduação em sociologia; a escolha pela sociologia; a influência do contexto político da época na escolha pela carreira; a licenciatura no Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE); a questão das Forças Armadas; fim da graduação; o início do trabalho com as instituições militares, influenciada pela professora Maria Carrilho; as Forças Armadas como plataforma de estudo das dinâmicas sociais; a questão de gênero; trajetória como docente no ISCTE; a entrada no ISCTE como assistente estagiária na área de metodologia; o mestrado e a participação na Associação Portuguesa de Sociologia; organização do livro Profissão: sociólogo; o doutorado na Itália; a opção pelo doutorado fora de Portugal; a escolha por Florença e a aproximação com a ciência política; o intercâmbio em Berkeley; a importância em estimular os estudantes a praticarem o intercâmbio; a conciliação entre a vida profissional e a familiar (primeira parte); a época passada em Florença; o casamento com o segundo marido e o nascimento dos filhos; o conflito entre a maternidade e a carreira profissional; a conciliação entre a vida profissional e a familiar (segunda parte); a prática do trekking; a experiência da maternidade; a construção social do papel da mãe; a influência da maternidade na atividade de socióloga; temas centrais de pesquisa; o tema do gênero; o estudo das mulheres nas Forças Armadas; a metodologia de pesquisa; a relação entre a pesquisa sociológica e a intervenção política; o estudo sociológico na esfera prática; a tentativa de unir o estudo sociológico com as decisões políticas; participação na Associação Brasileira de Estudos de Defesa (ABED); episódio impactante vivenciado na ABED, no encontro com uma militar;contato com o Brasil; os congressos luso-afro-brasileiros; aproximação com o trabalho de Celso Castro e com a antropologia; interesse no estudo das instituições militares no Brasil;atuação no Instituto de Defesa Nacional (IDN); o cargo de subdiretora da IDN; a manutenção da ligação com a docência do ISCTE; a atividade como coordenadora da licenciatura de ciência política no ISCTE; a formação em Ciências Sociais atualmente; a importância da integração entre pesquisa acadêmica e mercado de trabalho; a articulação entre teoria e empiria; a questão da internacionalização; leituras marcantes na formação intelectual.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados