Zélia Amador de Deus

Entrevista

Zélia Amador de Deus

Entrevista realizada no contexto do projeto "História do Movimento Negro no Brasil", desenvolvido pelo CPDOC em convênio com o South-South Exchange Programme for Research on the History of Development (Sephis), sediado na Holanda, a partir de setembro de 2003. A pesquisa tem como objetivo a constituição de um acervo de entrevistas com os principais líderes do movimento negro brasileiro. Em 2004 passou a integrar o projeto "Direitos e cidadania", apoiado pelo Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (Pronex) do Ministério da Ciência e Tecnologia. As entrevistas subsidiaram a elaboração do livro "Histórias do movimento negro no Brasil - depoimentos ao CPDOC." Verena Alberti e Amilcar Araujo Pereira (orgs.). Rio de Janeiro: Pallas; CPDOC-FGV, 2007. A escolha da entrevistada se justificou por se tratar de uma das principais referências do movimento negro no Norte do país, por sua atuação importante na articulação do movimento negro em âmbito nacional e por ter, entre outras coisas, fundado o Centro de Estudos e Defesa do Negro no Pará (Cedenpa), maior organização do movimento negro no Norte do país.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista em áudio disponível na Sala de Consulta do CPDOC.
Entrevista em vídeo disponível na Sala de Consulta do CPDOC.
Entrevista publicada em livro.
Referência completa: Histórias do movimento negro no Brasil - depoimentos ao CPDOC. Verena Alberti e Amilcar Araujo Pereira (orgs.). Rio de Janeiro: Pallas; CPDOC-FGV, 2007.

Tipo de entrevista: História de vida
Entrevistador(es):
Amilcar Araujo Pereira
Data: 29/8/2006
Local(ais):
Belém ; PA ; Brasil

Duração: 1h55min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Zélia Amador de Deus
Nascimento: 24/10/1951; Ilha do Marajó; PA; Brasil;

Formação: Doutoranda em Antropologia pela Universidade Federal do Pará; mestre em Teoria da Literatura pela Universidade Federal do Pará; graduada em Letras pela Universidade Federal do Pará.
Atividade: Fundadora do Cedenpa, Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará, no início da década de 1980; uma das principais referências do movimento negro na região norte do país; participou, entre outras coisas, do grupo de trabalho interministerial criado em 1995 pelo Governo Federal; foi uma das oradoras na delegação oficial do Brasil em Durban na III Conferência Mundial de Combate ao Racismo; é a propositora do sistema de cotas, recentemente implantado, na Universidade Federal do Pará, onde é professora.

Equipe

Levantamento de dados: Amilcar Araujo Pereira;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Amilcar Araujo Pereira;

Transcrição: Amilcar Araujo Pereira;

Técnico Gravação: Marco Dreer Buarque;

Sumário: Luanna Gentil ;

Temas

Ação Popular (1962);
Antropologia;
Direitos civis;
Ditadura;
Ensino;
Estados Unidos da América;
Família;
Infância;
Literatura;
Magistério;
Movimento estudantil;
Movimento negro;
Pará;
Vanguarda Armada Revolucionária Palmares;

Sumário

Entrevista: 29/08/2006

Origens na Ilha do Marajó; trajetória escolar; o êxodo rural; o magistério no Instituto de Educação; o primeiro contato com o racismo; a questão racial na família; a participação no movimento paroquial; a Associação Cultural Cristã; a atuação no Movimento Estudantil; os impactos da Ditadura Militar; a construção da Frente de Ação Secundarista Paraense (Faspa); a atuação como militante da Ação Popular (AP); o engajamento na engajei na Vanguarda Armada Revolucionária Palmares; a falta de discussões raciais nos movimentos de esquerda; as influências da luta pelos direitos civis nos Estados Unidos; as influências das lutas de libertação na África; o curso de Letras na Universidade Federal do Pará (UFPA); a experiência na a Escola de Formação de Ator; a resistência à Ditadura Militar; o surgimento do o Centro de Cultura Negra do Maranhão; a influência do movimento “black is beautiful” dos Estados Unidos; a criação do Centro de Estudo e Defesa do Negro (Cedenpa); a atuação como uma das fundadoras da Associação Nacional de Docentes (Andes); o mestrado em teoria da literatura; a experiência como professora universitário; o doutorado em antropologia;a questão das ações afirmativas; momentos emblemáticas nas atuações políticas; a atuação da Cedenpa; o trabalho com quilombolas; o centenário da abolição; o congresso de Durban; conclusões e agradecimentos.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados