Alberto Luiz Galvão Coimbra I

Entrevista

Alberto Luiz Galvão Coimbra I

Entrevista realizada no contexto do projeto "História da ciência no Brasil", desenvolvido entre 1975 e 1978 e coordenado por Simon Schwartzman. O projeto resultou em 77 entrevistas com cientistas brasileiros de várias gerações, sobre sua vida profissional, a natureza da atividade científica, o ambiente científico e cultural no país e a importância e as dificuldades do trabalho científico no Brasil e no mundo. Informações sobre as entrevistas foram publicadas no catálogo "HISTÓRIA da ciência no Brasil: acervo de depoimentos" / Apresentação de Simon Schwartzman. Rio de Janeiro: Finep, 1984. A escolha do entrevistado se justificou por sua trajetória profissional. Alberto Coimbra é professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ. Foi responsável pela criação e organização da Coordenação de Programas de Pós-Graduação em Engenharia - COPPE, que dirigiu entre 1963 e 1973, tendo coordenado também o Programa de Engenharia Química.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Nadja Vólia Xavier
Ricardo Guedes Pinto
Data: 8/9/1977 a 31/5/1978
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 3h45min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Alberto Luiz Galvão Coimbra
Nascimento: 30/10/1923; Rio de Janeiro; RJ; Brasil;

Formação: Engenharia Química pela Escola Nacional de Química da Antiga Universidade do Brasil (1946); mestre em Engenharia Química pela Universidade de Vanderbilt, Estados Unidos (1949).
Atividade: Lecionou Engenharia Química na Faculdade de Engenharia Industrial, posteriormente incorporada à PUC-SP; trabalhou como químico da Colgate-Palmolive e como engenheiro de vendas da Union Carbide; livre docente da cadeira de Engenharia Química da Escola Nacional de Química (1953); ministrou cursos de refinação de petróleo aos engenheiros da Petrobrás (1953); foi contratado pela PUC-RJ (1953); organizou a coordenação dos programas de pós-graduação em Engenharia (COPPE) da UFRJ (1963); fundou a COPPETEC; consultor da FINEP (1974).

Equipe


Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes; Não há informação;

Sumário: Patrícia Campos de Sousa;

Temas

Alberto Luiz Galvão Coimbra;
Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social;
Cooperação científica e tecnológica;
Engenharia;
Ensino profissionalizante;
Ensino superior;
Escola Nacional de Química;
Estados Unidos da América;
Financiadora de Estudos e Projetos;
História da ciência;
Inquérito policial militar;
Petrobras;
Política científica e tecnológica;
Pós - graduação;
Química;
Universidade Federal do Rio de Janeiro;

Sumário

Entrevista: 08.09.1977
Formação escolar; a opção pela química; o curso da Escola Nacional de Química; a Comissão Executiva dos Produtos da Mandioca; o mestrado em engenharia química nos EUA; a contratação pela Faculdade de Engenharia Industrial; o curso para engenheiros da Petrobrás; as transformações sofridas pelo ensino universitário norte-americano após 1960: a ênfase na pós-graduação e na ciência básica; os primeiros programas brasileiros de pós-graduação em engenharia; a criação da COPPE em 1963; os recursos iniciais; o apoio do Funtec/BNDE e a expansão da COPPE; a criação da COPPETEC: a importação de técnicos estrangeiros; a organização da Secretaria de Cooperação Econômica e Técnica Internacional (Subin); a criação da Finep e suas relações com a COPPE; a contribuição da COPPE para o estabelecimento da pós-graduação no país; a atuação de Frank Tiller; as difíceis relações entre a COPPE e a UFRJ; a dependência tecnológica do país e a frustração do plano original da COPPE; a subestimação do técnico brasileiro; o investimento do governo brasileiro na pós-graduação; o mercado de trabalho para os pós-graduados; a política nacional de desenvolvimento tecnológico: a Petrobrás; as relações da COPPE com o BNDE; a contribuição da COPPE à criação dos programas de pós-graduação do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e do Instituto de Matemática da UFRJ; a implantação da pós-graduação na universidade brasileira: a assistência técnica estrangeira e o apoio dos reitores, o afastamento do entrevistado da COPPE; a COPPE após 1973; a concepção, o funcionamento e a institucionalização da COPPETEC; suas relações com a COPPE; as supostas irregularidades da administração de Galvão Coimbra; a absolvição do entrevistado no inquérito policial; a autonomia da COPPE frente à estrutura universitária; os vínculos do entrevistado com a UFRJ; os cursos e a equipe da COPPE.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados