Ferreira Gullar

Entrevista

Ferreira Gullar

Esta entrevista é parte integrante de uma série de depoimentos realizados pela Associação Brasileira de Imprensa (ABI) entre 1977/1979 e doadas ao CPDOC em 15/08/1996. A escolha do entrevistado se justifica por sua trajetória como jornalista, tendo sido:locutor da rádio Timbira (1950); revisor da revista Manchete (1954); redator no jornal Diário Carioca (1955); diretor da Fundação Cultural de Brasília (1961); redator na sucursal carioca do jornal O Estado de São Paulo (1962).
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Não há informação
Data: 15/8/1996
Local(ais):
Não há informação ; - ; -

Duração: 1h25min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Ferreira Gullar
Nascimento: 10/9/1930; São Luís; MA; Brasil;

Falecimento: 4/12/2016; Rio de Janeiro; RJ; Brasil;

Formação:
Atividade: Locutor da rádio Timbira (1950); revisor da revista Manchete (1954); redator no jornal Diário Carioca (1955); diretor da Fundação Cultural de Brasília (1961); redator na sucursal carioca do jornal O Estado de São Paulo (1962).

Equipe


Transcrição: Maria Izabel Cruz Bitar;

Conferência da transcrição: Mariana Franco Lopes;

Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;

Temas

Carlos Castelo Branco;
Condessa Pereira Carneiro;
Diário Carioca;
Ferreira Gullar;
Governo Juscelino Kubitschek (1956-1961);
Herberto Sales;
Imprensa;
Institutos de aposentadoria e previdência;
Jornal do Brasil;
Jornal O Estado de São Paulo;
Literatura;
Odilo Costa Filho;
Otto Lara Rezende;
Periódicos;

Sumário

Fita 1-A: comentários acerca do início de sua trajetória profissional no Maranhão; lembranças de sua ida para o Rio de Janeiro (1951) e seus primeiros trabalhos na cidade: locutor de rádio na rádio Continental, revisor de texto da revista O Cruzeiro (1953) e chefe de revisão da revista Manchete (1955/56), tornando-se redator posteriormente; enumeração de nomes de alguns funcionários da Manchete no período em que o entrevistado trabalhou na revista: Otto Lara Resende, Jânio de Freitas, Amílcar de Castro e Armando Nogueira; observações acerca da importância do Diário Carioca na renovação da imprensa do Rio de Janeiro; recordações de seu primeiro trabalho no Rio de Janeiro na revista do Instituto de Aposentadoria dos Comerciários (IAPC) e o convite feito por Herberto Sales convidando-o a trabalhar na revista O Cruzeiro; relatos das reformas gráficas introduzidas na revista Manchete e ligação do entrevistado com o movimento concreto; comentários sobre a criação do Suplemento Dominical do Jornal do Brasil (1956): seu prestígio incentivou a renovação de todo o jornal; observações acerca de sua saída da revista Manchete e ida, junto com Jânio de Freitas, para o Diário Carioca e relato de algumas características do jornal; enumeração de alguns nomes que trabalharam na redação do Diário Carioca: Jânio de Freitas, José Ramos Tinhorão, Nilson Lage, Evandro Carlos de Andrade e Carlos Castello Branco; lembranças de sua ida para o Jornal do Brasil a convite de Odilo Costa Filho; relatos de seu trabalho como diretor do copidesque e ida de Jânio de Freitas, José Ramos Tinhorão, Nilson Lage e Amílcar de Castro para o Jornal do Brasil; comentários acerca do início da reforma do Jornal do Brasil e importância do Suplemento Dominical do Jornal do Brasil nesta reforma.

Fita 1-B: observações sobre a reforma do Jornal do Brasil; lembranças acerca da primeira foto que foi publicada na capa do Jornal do Brasil; comentários sobre o trabalho de Amílcar de Castro, José Ramos Tinhorão e Jânio de Freitas no Jornal do Brasil; lembranças de alguns nomes que trabalharam no copidesque do Jornal do Brasil com o entrevistado; breves comentários acerca de sua demissão do Jornal do Brasil (1958) e volta a convite da Condessa Maurina Dushee de Abranches Pereira Carneiro; considerações a respeito da reforma do Jornal do Brasil do ponto de vista da construção do texto e da diagramação; comentários sobre a liberdade dada pelo Jornal do Brasil aos seus repórteres na redação das notícias; observações sobre a tentativa de Odilo Costa Filho criar uma linha, no Jornal do Brasil, de oposição ao governo de Juscelino Kubitschek (1956-1961); comentários sobre a atuação da Condessa Maurina Dushee de Abranches Pereira Carneiro no Jornal do Brasil; considerações acerca do valor dos salários pagos pelo Jornal do Brasil; observações a respeito das dificuldades enfrentadas pelo jornal Diário de Notícias ao tentar realizar sua reforma; breves comentários sobre a criação do Caderno B do Jornal do Brasil; relatos de sua demissão do Jornal do Brasil (1958) e ida para o Diário de Notícias; lembranças de sua segunda demissão do Jornal do Brasil (1962) e ida para a sucursal carioca do jornal O Estado de São Paulo; comentários sobre a qualidade jornalística da imprensa brasileira.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados