Gerson Edson Ferreira Filho

Entrevista

Gerson Edson Ferreira Filho

Entrevista realizada no contexto do projeto "FINEP: 30 anos de projetos para o Brasil", desenvolvido pelo CPDOC, em convênio com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), entre março de 1998 e novembro de 2002. A pesquisa teve como resultado a publicação do livro "FINEP: 30 anos de projetos para o Brasil" / José Luciano de Mattos Dias. Rio de Janeiro: Ed. Fundação Getulio Vargas, 2002, que reúne textos sobre a história da instituição e trechos de depoimentos. A escolha do entrevistado se justificou por ser ex-presidente da FINEP.
Forma de Consulta:
Entrevista em áudio disponível na Sala de Consulta do CPDOC.
Entrevista publicada em livro.
Referência completa: “FINEP: 30 anos de projetos para o Brasil” / José Luciano de Mattos Dias. Rio de Janeiro: Ed. Fundação Getulio Vargas, 2002.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
José Luciano de Mattos Dias
Data: 23/3/1999
Local(ais):
São Paulo ; SP ; Brasil

Duração: 1h30min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Gerson Edson Ferreira Filho
Formação: Bacharel em Estatística, formado pela Escola Nacional de Ciências Estatísticas (Ence), na turma De 1964.
Atividade: Ex-presidente da Finep.

Equipe


Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;

Sumário: Adriana Mattos de Oliveira;

Temas

Atividade profissional;
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq);
Desenvolvimento científico e tecnológico;
Feiras e exposições;
Financiadora de Estudos e Projetos;
Formação acadêmica;
Informática;
José Pelúcio Ferreira;
Pesquisa científica e tecnológica;
Política científica e tecnológica;
Política industrial;

Sumário

Entrevista: 23/03/1999

Fita 1-A: formação acadêmica; início da carreira profissional na empresa de Assessoria de Planejamento (Asplan), 1965 até 1970; participação na montagem do Banco de Desenvolvimento do Estado de São Paulo (BADESP); credenciamento do BADESP como agente financeiro da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP); considerações a respeito da FINEP; mudança da diretoria do BADESP (1973): início de um conflito de conceitos e prioridades; estímulo dado por José Pelúcio Ferreira à montagem de uma empresa nacional de produtos para a automação industrial; comentários sobre a importância do marketing industrial; motivações da saída do entrevistado do BADESP em 1973; montagem de um escritório da FINEP em São Paulo (1974); balanço sobre a expansão das empresas de consultoria no começo dos anos 1970; divulgação da FINEP, ao grande público, através das feiras técnicas do Anhembi - São Paulo; financiamento dado pela FINEP à engenharia reversa no começo dos anos 1970; FINEP de São Paulo: mais voltada para o financiamento de empresas; relação entre a FINEP do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Fita 1-B: relato sobre o projeto de seu livro; questões acerca da dificuldade em se manter um programa de desenvolvimento tecnológico nacional; comentários sobre a empresa Metal Leve; considerações sobre as empresas brasileiras com ações na bolsa de valores; trajetória do entrevistado na FINEP e no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), de 1974 até 1983; projetos desenvolvidos pelas universidades e as demandas das empresas: dificuldades e tentativas de se efetuar uma aproximação; comparação entre o projeto induzido e o projeto de balcão; comentários sobre um artigo seu, o qual foi motivado pela visão crítica acerca da falta de política industrial no Brasil; relato sobre a força e o papel de José Pelúcio dentro da FINEP; transição da presidência da FINEP de José Pelúcio para Alfredo Baumgarten (1979); definição da expressão "quase ideologia da FINEP"; recordações da gestão de Baumgarten na FINEP.

Fita 2-A: lembranças sobre sua presidência na FINEP; comentários sobre o Programa Institucional de Capacitação Docente e Técnica (PIDCT); problemas em concentrar os recursos nos programas que são considerados essenciais; referências ao extinto Programa Nacional de Desenvolvimento (PND); comentários sobre a vinda de empresas estrangeiras para o Brasil (na década de 1970/80 e atualmente); críticas à Lei da Informática: responsável pelo atraso da empresa brasileira; observações acerca do período em que foi superintendente de planejamento da Mafersa S.A.; considerações acerca do papel atual da FINEP e críticas à falta de uma política industrial, tecnológica e científica por parte do governo.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados