Gleuber Vieira

Entrevista

Gleuber Vieira

Entrevista realizada no contexto do projeto "Democracia e Forças Armadas no Brasil e nos Países do Cone Sul", desenvolvido pelo CPDOC com apoio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), no período de 1997 e 2000. A pesquisa contou com a participação de Gláucio Ary Dillon Soares e integrou o projeto "Brasil em transição: um balanço do final do século XX", apoiado pelo Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (Pronex) do Ministério da Ciência e Tecnologia. O projeto resultou na publicação do livro "DEMOCRACIA e Forças Armadas no Cone Sul"clique aqui. A entrevista foi publicada no livro "A VOLTA dos quartéis: a memória militar sobre a abertura" clique aqui. A escolha do entrevistado justificou-se, entre outros motivos, por ter sido chefe da Assessoria Especial do presidente Ernesto Geisel.
Forma de Consulta:
Entrevista publicada em livro, disponível para download.
Referência completa: A VOLTA dos quartéis: a memória militar sobre a abertura / Introdução e organização [de] Gláucio Ary Dillon Soares, Maria Celina DAraujo, Celso Castro. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1995. 328p.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Celso Castro
Gláucio Ary Dillon Soares
Data: 27/7/1994
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 2h5min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Gleuber Vieira
Nascimento: 1/1/0001; Rio de Janeiro; RJ; Brasil;

Formação: Nascido em 1933. Graduou-se Aspirante a Oficial de Artilharia em 1954, na Academia Militar das Agulhas Negras.
Atividade: Como coronel, comandou o 11º Grupo de Artilharia de Campanha, no Rio de Janeiro. Como oficial general, foi comandante da Artilharia Divisionária da 3ª Divisão de Exército (AD/3) em Cruz Alta, chefe do Departamento de Ensino e Pesquisa (DEP) e do Estado Maior do Exército (EME). Chefe da assessoria especial do Presidente da República durante o governo Geisel. Chefiou a Comissão Militar Brasileira em Washington. Foi o último Ministro do Exército do Brasil, entre 1 de janeiro de 1999 e 9 de junho de 1999, no segundo mandato do Presidente Fernando Henrique Cardoso. Com a criação do Ministério da Defesa, assumiu o cargo de comandante do exército, no qual permaneceu até o fim do governo, em 2003. Em 1 de janeiro de 2003, passou a função para o general de exército Francisco Roberto de Albuquerque.

Equipe


Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados