Heitor Moniz

Entrevista

Heitor Moniz

Entrevista relizada no contexto da pesquisa "Trajetória e desempenho das elites políticas brasileiras", parte integrante do projeto institucional do Programa de História Oral do CPDOC, em vigência desde sua criação em 1975. A escolha do entrevistado se justificou, entre outras coisas, por ter sido membro do Ministério do Trabalho.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Marcos Luís Bretas
Rosa Maria Barbosa de Araújo
Data: 21/3/1978
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 1h40min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Heitor Moniz
Formação:
Atividade: Trabalhou no Jornal Correio da Manhã; membro do Ministério do Trabalho.

Equipe

Levantamento de dados: Marcos Luís Bretas;Rosa Maria Barbosa de Araújo;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Marcos Luís Bretas;Rosa Maria Barbosa de Araújo;

Conferência da transcrição: Sônia Benevides;

Copidesque: Elisabete Xavier de Araújo;

Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;

Sumário: Nara Azevedo de Brito;

Temas

Estado Novo (1937-1945);
Exílio;
Getúlio Vargas;
Heitor Muniz;
Ideologia;
Legislação trabalhista;
Lindolfo Collor;
Ministério do Trabalho;
Oswaldo Aranha;
Representação classista;
Revolução Constitucionalista (1932);
Socialismo;
Trabalhismo;

Sumário

Plataforma da Aliança Liberal e a criação do Ministério do Trabalho; legislação Trabalhista; elaboração das leis trabalhistas; comissões mistas de conciliação e Convenção Coletiva de Trabalho; afastamento de Lindolfo Collor do ministério; a Revolução de 1932; administração de Collor; lei de sindicalização; assessor de imprensa no gabinete de Collor; Lindolfo Collor e a ideologia socialista; relações entre Collor e Getúlio Vargas; o Estado Novo e o exílio de Collor; Collor e a legislação social no meio rural; críticas à legislação social e trabalhista de Collor; divergências entre Collor e Osvaldo Aranha; divergências entre os tenentes e Collor; posição política de Collor na Reação Republicana; organização do ministério do Trabalho; representação classista; carreira profissional; o exílio de Collor durante o Estado Novo; retorno de Collor ao Brasil e prisão; período de modus vivendi no Rio Grande do Sul; ligações entre política trabalhista de Collor e João Goulart.





























Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados