Luciano Villas Boas Machado

Entrevista

Luciano Villas Boas Machado

Entrevista realizada no contexto da pesquisa "Trajetória e Desempenho das Elites Políticas Brasileiras", parte integrante do projeto institucional do Programa de História Oral do CPDOC, em vigência desde sua criação, em 1975. A escolha do entrevistado se justificou por ter sido importante empresário baiano, um dos primeiros conselheiros da Aracruz Celulose e diretor da Veracruz Florestal S.A,
Forma de Consulta:
Entrevista em áudio disponível na Sala de Consulta do CPDOC.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Dulce Chaves Pandolfi
Daniela Maria Moreaux
Data: 11/7/1984
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 2h20min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Luciano Villas Boas Machado
Formação: Faculdade de Direito da Bahia (1944)
Atividade: Atuação como Advogado;fiscal da carteira agrícola do Banco do Brasil na Bahia.

Equipe

Levantamento de dados: Dulce Chaves Pandolfi;Daniela Maria Moreaux;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Dulce Chaves Pandolfi;Daniela Maria Moreaux;

Transcrição:  ;

Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;

Sumário: Cristiano Santiago de Sousa;

Temas

Bahia;
Clemente Mariani;
Governo Jânio Quadros (1961);
Juracy Magalhães;
Luciano Machado;
Política estadual;
Política nacional;
Revolução de 1930;

Sumário

Fita 1-A: Origens familiares; a formação da Sociedade Anônima Magalhães Comércio e Indústria; impressões sobre o primeiro contato com Clemente Mariani (1944); o estágio no escritório de Clemente Mariani; o contato com José Bonifácio Mariani; lembranças sobre a Revolução de 1930; comentários sobre um episódio envolvendo Otávio Machado e Juraci Magalhães; comentários sobre a Faculdade de Direito da Bahia; a homenagem a João Mangabeira; as manifestações de apoio à Juraci Magalhães; os interventores da Bahia após a saída de Juraci Magalhães do governo da Bahia (1937); comentários sobre João Marques dos Reis.

Fita 1-B: O ingresso no Banco do Brasil, através de João Marques dos Reis; comentários sobre o escritório de advocacia, relato sobre um episódio ocorrido num congresso; comentários sobre Clemente Mariani: a assistência dada por ele à Bahia, seu relacionamento com o presidente Dutra e com Pedro Calmon, seu debate com Carlos Lacerda; a participação do entrevistado na campanha de Clemente Mariani ao Senado; a sugestão da candidatura de Clemente Mariani ao governo da Bahia; as facções da política baiana; Juraci Magalhães e a campanha de 1950 na Bahia.

Fita 2-A: A campanha de Simões Filho contra Juraci Magalhães, através do jornal A Tarde; a derrota de Clemente Mariani nas eleições de 1950; o papel de Clemente Mariani no crescimento do Banco da Bahia; as observações de Juraci Magalhães sobre Clemente Mariani; comentários sobre Clemente Mariani como orador; os comícios de Clemente Mariani pelo interior da Bahia; o conceito de "curral eleitoral" e sua tradição na Bahia; a vinda do entrevistado para o Rio de Janeiro; os cargos ocupados após a campanha de 1950; observações sobre o relacionamento entre Juraci Magalhães e Getúlio Vargas; a posição de Clemente Mariani com relação à ditadura; breve comentário sobre a saída de Clemente Mariani do Banco do Brasil e do Ministério da Fazenda; Clemente Mariani e os entendimentos sobre o problema do cacau na Bahia; longos comentários sobre as eleições de 1954, na Bahia: a posição de Clemente Mariani e seu afastamento de Juraci Magalhães; comentários sobre a habilidade política de Antônio Balbino e Pedro Calmon.

Fita 2-B: Juraci Magalhães e as eleições de 1958; a ida do entrevistado para os Estados Unidos, e seu retorno; o primeiro contato entre Jânio Quadros e Juraci Magalhães, e a disputa entre ambos pela candidatura à presidência da República; o apoio de Juraci Magalhães à candidatura de Jânio; a indicação de Clemente Mariani para o Ministério da Fazenda; os artífices da Instrução 204; longos comentários sobre a renegociação da dívida externa, através de Clemente Mariani; a admiração de Jânio Quadros por Clemente Mariani, segundo o entrevistado; comentários sobre os "bilhetes" do presidente Jânio.

Fita 3-A: A saída de Clemente Mariani do governo Jânio; comentários sobre a cultura de Clemente Mariani; longos comentários sobre Clemente Mariani e seu convívio com o entrevistado.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados