Roberto Chiavegatto

Entrevista

Roberto Chiavegatto

Entrevista realizada no contexto do projeto "Funenseg - 35 anos", na vigência com o contrato entre o CPDOC/FGV e a Fundação Escola Nacional de Seguros (Funenseg), entre julho de 2006 e fevereiro de 2007. O projeto visa à realização e tratamento de cerca de 40 (quarenta) horas de entrevistas de caráter histórico e documental sobre a história da Fundação Escola Nacional de Seguros (Funenseg). A escolha do entrevistado se justificou por ser considerado um ator fundamental para o resgate a história do seguro no Brasil.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista em áudio disponível na Sala de Consulta do CPDOC.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Christiane Jalles de Paula
Fernando Lattman Weltman
Data: 13/11/2006
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 2h10min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Roberto Chiavegatto
Nascimento: 12/7/1940; Rio de Janeiro; RJ; Brasil;

Formação: Economia.
Atividade: Foi presidente da UAIC, subsidiaria do IRB em Nova York e gerente do escritório de operações do IRB em Londres. Trabalhou no IRB, no Brasil, por 30 anos. Trabalhou, durante 10 anos, no mercado americano como consultor financeiro nos ramos vida e previdência.

Equipe

Levantamento de dados: Christiane Jalles de Paula;Fernando Lattman-Weltman;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Christiane Jalles de Paula;

Transcrição: Maria Izabel Cruz Bitar;

Conferência da transcrição: Anna Carolina Costa;

Técnico Gravação: Marco Dreer Buarque;

Sumário: Mirna Aragão de Medeiros;

Temas

Anos 1960;
Anos 1970;
Brasil;
Doenças;
Economia;
Estados Unidos da América;
Fundação Escola Nacional de Seguros;
Imigração;
Inglaterra;
Instituto de Resseguros do Brasil;
Iraque;
Legislação;
Mercado;
Monopólio;
Privatização;
Saddam Hussein;
Seguros;
Transportes;
Universidade do Estado da Guanabara;

Sumário

Entrevista: 13.11.2006
Dados pessoais; a formação em Economia (Universidade do Estado da Guanabara-1965), a entrada no Instituto de Resseguros do Brasil (IRB, hoje IRB Brasil Re), em 1960, em controle de resseguro e incêndio; forte presença feminina no IRB; a transferência para área de inspeção de sociedades; aspectos da fiscalização das companhias de seguro no Brasil; o Decreto-Lei nº. 3.784 (1941); formação técnica no próprio IRB, os cursos, os professores, a concentração do conhecimento sobre resseguro; a criação de escritórios do IRB em Londres e Nova York (gestão de José Lopes de Oliveira 1970-1979); inspeção no ramo de incêndio, estágio na corretora inglesa Willis Faber; experiência no escritório do IRB em Londres (1973-1978); os sindicatos do Lloyd's; a fraude do Sindicato Sasse (1977), atuação do IRB na área de seguro marítimo e de responsabilidade civil e de outras companhias estrangeiras de resseguro no mercado inglês (a partir de 1979), a fixação do IRB como uma instituição forte no exterior; as peculiaridades do mercado de seguros inglês; os corretores ingleses e o IRB; a análise de riscos; o caso do sinistro da Volkswagen no Brasil (1970); o retorno ao Brasil (1979); chefia do Departamento Internacional do IRB (1979 - 1988); o seguro de garantia de obrigações contratuais; atuação como representante do IRB no grupo de trabalho que formulou a joint venture com o National Insurance Company do Iraque; detalhes da viagem e da negociação com o Saddam Hussein; o seguro de transportes; participação do IRB no mercado internacional; descontinuidades na atuação internacional; transmissão de conhecimento dentro do IRB do funcionamento do mercado internacional de resseguro; aspectos perniciosos da ingerência política no IRB; operações de run-off; caso da AIG; privatização do IRB e run-off; cenários futuros sobre o IRB com a privatização ou quebra do monopólio do IRB; experiência na subsidiária americana do IRB; diferença entre o mercado inglês e o americano; o plano de aposentadoria voluntária do IRB (1990) e o convite para assumir a diretoria da United Americas Insurance Company (UAIC) (1990-1994); a saída da UAIC e a decisão de permanecer nos Estados Unidos trabalhando na área de seguros de pessoas; o início da carreira como corretor na Equitable Life Insurance Company (1994-1999): o registro profissional de corretor nos Estados Unidos; o trabalho na Knights of Columbus (2002-2004); a experiência como corretor independente (1999-2000): venda de seguro saúde para brasileiros imigrantes ilegais nos Estados Unidos; o envolvimento com uma associação de apoio aos imigrantes brasileiros; a necessidade da inovação de produtos para o mercado segurador brasileiro, com o intuito de ampliar o número de segurados; as diferenças do mercado brasileiro e o norte-americano; prestação de consultoria na área de treinamento para a Bradesco Seguradora, através da Funenseg; retoma as peculiaridades do mercado norte-americano; o mercado segurador brasileiro e os bancos; o fenômeno da venda-casada; o produto norte-americano - long term care, ligado a doenças crônicas (Alzheimer, Parkinson, entre outras); a legislação de seguro norte-americana e a brasileira; a necessidade de desenvolver o seguro de pessoas, principalmente, no mercado brasileiro; o aspecto positivo da abertura do mercado de resseguro.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados