Sérgio Graciotti

Entrevista

Sérgio Graciotti

Entrevista realizada no contexto do projeto "A propaganda brasileira: trajetórias e experiências dos publicitários e das instituições de propaganda", desenvolvido pelo CPDOC por iniciativa da ABP - Associação Brasileira de Propaganda e com apoio da Souza Cruz S.A., entre março de 2004 e fevereiro de 2005. Um dos objetivos do projeto foi dar início à constituição de um acervo de entrevistas sobre a história da propaganda brasileira, ouvindo publicitários que tiveram atuação destacada a partir da segunda metade do século XX. Notas das entrevistas elaboradas por Anna Carolina Meirelles da Costa, Ilana Strozenberg, Luciana Quillet Heymann, Luisa Lamarão, Maurício Xavier, Regina Santiago e Verena Alberti. A escolha do entrevistado se justificou por sua carreira na área de publicidade.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Luciana Quillet Heymann
Ilana Strozenberg
Data: 13/7/2004
Local(ais):
São Paulo ; SP ; Brasil

Duração: 2h30min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Sérgio Graciotti Machado
Nascimento: 7/9/1937; São Paulo; SP; Brasil;

Formação: Direito pela Universidade de São Paulo (USP); graduação em Eletrônica na Universidade Mackenzie e curso de Desenho e Pintura na Escola Pan-Americana.
Atividade: Redator da Companhia de Incremento de Negócios (Cin); professor de criação publicitária na Escola Superior de Propaganda e Marketing - Espm (1967); sócio e diretor de criação da lince propaganda que se fundiu com a agência a Jrm, dando origem à propaganda Casabranca S.A. em 1976, a Mpm comprou parte da Casabranca, modificando a razão social da agência para Mpm-Casabranca, da qual foi vice-presidente e diretor nacional de criação até 1988; jurado em Cannes, no festival internacional do Chile e no festival do San Remo (1978); presidente do clube de criação de São Paulo (1983-85). Em 1988 deixou a Mpm-Casabranca e fundou a Graciotti & Associados. Em 1996 firmou acordo com a multinacional Tbwa, dando origem à Tbwa Graciotti Schönburg Navarro.

Equipe

Levantamento de dados: Regina Santiago;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Regina Santiago;

Transcrição: Aline Torres;

Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes;

Sumário: Maurício Silva Xavier;

Temas

Associação Brasileira das Agências de Publicidade (ABAP);
Associação Brasileira de Propaganda (ABP);
Astrologia;
Chile;
Comunicação de massa;
Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária (Conar);
Cultura;
Imprensa;
Jornalismo;
Marketing;
Propaganda;
Publicidade;
Universidade de São Paulo;
Veículos de comunicação;

Sumário

Entrevista: 13/07/2004
Fita 1-A: origens familiares; a formação escolar do entrevistado; a graduação em direito na USP; comentários sobre os filhos e suas carreiras; primeiras atividades profissionais do entrevistado; a opção pela carreira de propaganda; a entrada na agência CIN (1964); recordações sobre a passagem pela agência J. W. Thompson; a mudança para a agência Lince Propaganda (1971); a fundação da agência Publicidade Casabranca S.A. (1973), resultado da fusão entre a Lince Propaganda e a JRM - Júlio Ribeiro Mihanovic; recordações sobre o período como diretor de criação da Publicidade Casabranca S.A.; a fusão com a MPM dando origem à MPM-Casabranca (1976); comentários sobre a concentração de agências de propaganda na cidade de São Paulo em relação ao Rio de Janeiro; considerações sobre as atividades de criação em propaganda.
Fita 1-B: comentários sobre o desempenho da MPM no mercado brasileiro e seus principais clientes; comentários sobre a atuação como diretor de arte da MPM-Casabranca e sobre as diferentes filias da agência; a experiência como presidente do júri do Festival Internacional do Chile; a importância do festival de Cannes no cenário internacional da propaganda; a participação do entrevistado como jurado no festival (1978); comentários sobre as campanhas do entrevistado que foram premiadas; reflexões sobre as saídas de Armando Mihanovitch e Julio Ribeiro da MPM-Casabranca; considerações sobre a saída do entrevistado da MPM-Casabranca e a fundação da Graciotti & Associados (1988).
Fita 2-A: o perfil da agência Graciotti & Associados; reflexões sobre o período como presidente do Clube de Criação de São Paulo - CCSP (1983-85); relato sobre a fundação do CCSP; contatos do entrevistado com a Associação Paulista de Propaganda (APP); relato sobre a breve associação da Graciotti com a agência Denison-Rio; comentários sobre a fundação do Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária - Conar (1980); a associação da Graciotti com a TBWA (1995); atividades do entrevistado na aposentadoria; relato sobre sonho onde houve revelação de número de bilhete premiado na loteria; comentários sobre a formação espiritual do entrevistado.
Fita 2-B: relato sobre casos de vidência na família; lembranças do primeiro casamento do entrevistado; a formação do entrevistado como astrólogo; comentários sobre a campanha publicitária da Fiat desenvolvida pelo entrevistado (1977); considerações sobre as campanhas desenvolvidas para os amortecedores Cofap, Banco de Boston e Kaiser.
Fita 3-A: os conflitos do entrevistado entre sua espiritualidade e o mundo dos negócios; comentários sobre o interesse do entrevistado por música; considerações sobre o conceito de cultura; conjecturas sobre o funcionamento energético do universo; comentários sobre as atividades profissionais dos filhos do entrevistado; comentários sobre o grupo de estudos sobre espiritualidade conduzido pelo entrevistado.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados