Imagens do Acervo

  • Panfleto publicado pela Igreja Positivista do Brasil defendendo seu ponto de vista contrário à vacinação obrigatória. Rio de Janeiro, 1908. (Coleção IP 71f Bb/Cpdoc)

  • Folheto publicado em resposta a artigo publicado no jornal católico "A União", tratando das relações entre católicos e positivistas. Nov/1913. (Coleção IP 27f)

  • Primeira página do discurso pronunciado pelo positivista Miguel Lemos por ocasião de ser colocada a pedra fundamental do Templo da Humanidade, em 12/10/1890. (Coleção IP 490f)

  • Panfletos de autoria de C. Torres Gonçalves sobre "A Igreja e o Apostolado Positivista do Brasil" e sobre "Júlio de Castilhos e o Positivismo". Rio de Janeiro, 1963. (Coleção IP 6f)

  • Livro publicado em comemoração ao centenário de nascimento do positivista e ativista republicano, Benjamin Constant. Rio de Janeiro, 1936. (Coleção IP 165.731:32 I19 Bb/Cpdoc)

Igreja Positivista do Brasil

Sigla: IP

Documentos Impressos

  • Livros - 615
  • Capítulos de Livros - 11
  • Periódicos - 7
  • Exemplares de Periódicos - 76

Histórico

Breve Histórico: Igreja Positivista do Brasil ou Centro Positivista Brasileiro, instituição fundada por Miguel Lemos no Rio de Janeiro (1881), para designar a totalidade dos positivistas do Brasil, com o objetivo de desenvolver o culto, organizar o ensino e intervir oportunamente nos negócios públicos. Este último objetivo foi deixando de se concretizar, na medida em que o positivismo se firmou como instituição eclesiástica, cuja manifestação inclui cultos públicos e domésticos, missas, vestes especiais, orações, cânticos, sacerdócio e sacramentos, em número de nove (apresentação, iniciação, admissão, destinação, matrimônio, madureza, aposentação, transformação, incorporação). Seu templo, idêntico ao que existe em Paris, foi inaugurado em 1927, no Rio de Janeiro.

Análise da Documentação

A documentação compreende impressos que possibilitam reconstituir a história do Apostolado Positivista do Brasil, destacando-se obras significativas de Augusto Comte, inúmeros exemplares de trabalhos de autoria de Miguel Lemos, R. Teixeira Mendes, do chileno Juan Enrique Lagarrigue e de J. Bagueira Leal. Período abrangido: 1897-1967

Descrição do Conteúdo das Séries